Bitcoin volta a cair e leva criptomoedas junto – Portal do Bitcoin

O bitcoin está operando em queda desde o final de julho. Após chegar aos US$ 8.500 e passar por um pequeno período de consolidação, a moeda despencou quase 20% e já é negociada abaixo dos US$ 7.000, atingindo a menor cotação dos últimos 18 dias.

No Brasil, de acordo com o Índice de Preço do Bitcoin (IPB), a cotação do bitcoin está em R$ 27.165, após uma variação de -5,46% (R$ -1.570,31) neste sábado (04). A mínima do dia foi de R$ 26.660. O volume negociado de bitcoin nas últimas 24 horas no país foi de 278 BTC, equivalentes a pouco mais de R$ 7,6 milhões.

Gráfico IPB

Notícias boas não ajudaram

Na sexta-feira (03), o anúncio da Bolsa de Valores de Nova York (NYSE), Microsoft e Starbucks para criar uma exchange de criptomoedas e aceitar ativos digitais como um método de pagamento não foi suficiente para recuperar o otimismo no curto prazo.

Maria Smith, vice-presidente de parcerias e pagamentos da Starbucks, disse:

“Como principal varejista, o Starbucks terá um papel crucial no desenvolvimento de aplicativos práticos, confiáveis ​​e regulamentados para que os consumidores convertam seus ativos digitais em dólares para uso no Starbucks. Como líder em pagamento Mobile para nossos mais de 15 milhões de membros do Starbucks Rewards, o Starbucks está comprometido com a inovação para expandir as opções de pagamento para nossos clientes.”

Seguindo a lógica de Schultz, se o Starbucks integrar a criptomoeda ao seu sistema de pagamento utilizado por dezenas de milhares de lojas em todo o mundo, ela trará um dos maiores varejistas do mundo às criptomoedas, estabelecendo com firmeza ativos digitais como uma forma de pagamento reconhecida.

Por outro lado, a queda pode estar acontecendo por notícias da Coreia do Sul, já que as autoridades estão buscando acabar com os benefícios fiscais para as exchanges de criptomoedas. Isso foi motivado pelo aumento rápido dos volumes de transações no país, levando as autoridades a se preocuparem com o fato de que estão sendo usadas para lavagem de dinheiro e financiamento de atividades ilegais.

Hong Seong-ki, chefe da equipe de responsáveis pelas criptomoedas da comissão de serviços financeiros do país, disse:

“Embora os mercados de criptomoedas tenham visto um crescimento rápido, essas plataformas de negociação não parecem estar suficientemente preparadas em termos de segurança. Estamos tentando legislar as coisas mais urgentes e importantes primeiro, visando a prevenção da lavagem de dinheiro e a proteção ao investidor. O projeto de lei deve ser aprovada o mais rápido possível.”

Onde o bitcoin vai a partir daqui?

De acordo com a CCN, é altamente provável que o Bitcoin teste um importante nível de suporte em US$ 6.800 e possivelmente US$ 6.500 caso o volume do mercado não suportar uma recuperação de curto prazo.

Mercado acompanha a queda

Nenhuma criptomoeda se salvou nos últimos sete dias. Com a queda, o valor de mercado somado dos criptoativos recuou US$ 50 bilhões em dez dias. O bitcoin agora está com um marketshare de 48%, maior patamar de 2018.


Compre Bitcoin no Celular

A BitcoinTrade é a melhor plataforma para operar criptomoedas do Brasil.
Compre Bitcoin, Ethereum e Litecoin com segurança e liquidez, diretamente pelo app.
Baixe agora e aproveite, acesse: www.bitcointrade.com.br

O post Bitcoin volta a cair e leva criptomoedas junto apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

Fonte Oficial: Portal do Bitcoin.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!