Impostômetro atinge a marca de R$ 1,4 trilhão – Exame

Com esse montante, segundo cálculos da Associação, daria para comprar 1400 veículos Porsche Panamera ou 3.900 BMW ou 3 bilhões de cestas básicas

Por Estadão Conteúdo

access_time 9 ago 2018, 19h16 – Publicado em 9 ago 2018, 19h13

O Impostômetro, que mede a arrecadação em todo o país, atingiu a marca de R$ 1,418 trilhão. O relógio instalado pela Associação Comercial de São Paulo no centro da capital apontava às 17h40 desta quinta-feira, 9, exatamente um trilhão e 418 bilhões de reais arrecadados ao longo de 2018.

Com esse montante, segundo cálculos da Associação, daria para comprar 1400 veículos Porsche Panamera ou 3.900 BMW ou 3 bilhões de cestas básicas. Poderia render, ainda, 10 salários mínimos durante 12 milhões de anos, ou juros de R$ 274,5 milhões por dia, ou , ainda, R$ 11,4 milhões a hora.

Em maio, quando o Impostômetro alcançou R$ 900 bilhões, a Associação Comercial de São Paulo destacou que “o valor equivale, ou é superior, ao PIB de países como Finlândia, Chile, Hungria, Portugal, Qatar, Angola, Bolívia, República Checa, Equador e Grécia”.

Segundo a Associação, o montante representa o total de impostos, taxas e contribuições pagas pelos brasileiros desde o início do ano nos três níveis de governo, municipal, estadual e federal.

O Impostômetro foi implantado em 2005 pela Associação “para conscientizar o cidadão sobre a alta carga tributária e incentivá-lo a cobrar os governos por serviços públicos de qualidade”.

Está localizado na sede da Associação, na Rua Boa Vista, centro da capital paulista.

No portal do Impostômetro é possível visualizar valores arrecadados por período, estado, município e categoria, além de acessar outras informações.

De acordo com dados do Impostômetro, o brasileiro trabalha 153 dias por ano para pagar impostos.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!