‘Tenho Itaú colocando dinheiro aqui, sem qualquer interferência’ – Isto É

Em 2001, Guilherme Benchimol, criou a XP Investimentos em Porto Alegre, após adquirir um lote de computadores que pertenciam a uma lan house. Agora, aos 42 anos, o principal sócio da maior plataforma de investimentos do Brasil diz que pretende continuar a atrair gerentes (e clientes) dos bancos para o seu negócio, apesar de ter o Itaú como um parceiro relevante a partir de agora, graças à aprovação do Banco Central ao negócio. Leia os principais trechos da entrevista:

Qual é o impacto da entrada do Itaú para a XP?

A forma como a operação foi aprovada não mudou a essência inicial, que é a XP seguir independente e nós, como controladores. Nosso crescimento é orgânico (e não por aquisições, que foram restringidas pelo BC). No imaginário das pessoas, o gerente do banco é um especialista – só que ele não tem condições de trabalho que permitam que o encantamento (do cliente) aconteça. Desde o início, a nossa empresa teve o propósito de ajudar o brasileiro a investir melhor o seu dinheiro. Numa estrutura como a nossa, os gerentes passam a gerir um negócio e a oferecer atendimento de alta qualidade e a ganhar dinheiro com isso. Queremos mostrar que, para pensar em dinheiro no Brasil, não tem de se pensar no gerente do banco. Nem no banco.

Mas, com o Itaú como sócio, essa estratégia da XP não é contraditória?

Sem dúvida, ao ter o Itaú como sócio, talvez pessoas fiquem com a sensação de que estamos nos unindo ao que sempre lutamos contra. Que deveríamos ter sido heróis e aberto o capital da companhia, seguindo carreira solo. Mas foi mais inteligente ter um banco que admiro ao nosso lado. Não teremos a pressão do mercado por resultado de curto prazo, para apresentar lucro e melhorar margem, comprometendo nosso objetivo. O que eu busco é a credibilidade.

A XP, que sempre se apresentou como independente, precisa da credibilidade de um grande banco?

Sem dúvida, quero a credibilidade. Quando a maior e mais respeitada instituição financeira da América Latina se transforma em nosso sócio minoritário, sem qualquer interferência na empresa, e o BC deixa isso evidenciado no contrato, recebo essa credibilidade. Tenho o Itaú como acionista, colocando dinheiro aqui, sem qualquer interferência. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O post ‘Tenho Itaú colocando dinheiro aqui, sem qualquer interferência’ apareceu primeiro em ISTOÉ DINHEIRO.

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!