CNA pede ao Ministério da Agricultura ajustes no Plano Safra 2018/19 – Isto É

São Paulo, 16 – Em reunião na quarta-feira (15) com o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Wilson Vaz de Araújo, a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) solicitou ajustes no Plano Agrícola e Pecuário 2018/19, informou nesta quinta-feira, 16, a entidade, em nota.

Entre as principais demandas, estão o retorno do crédito rural para a assistência técnica; a extensão do prazo para financiamento da cana-de-açúcar; a inclusão de armazéns usados na linha do Programa para Construção e Ampliação de Armazéns (PCA) e a definição de um teto para a taxa de juros pós-fixada, relacionou a CNA. “São demandas trazidas pelos produtores rurais para vermos o que ainda é viável ajustar nas próximas reuniões do Conselho Monetário Nacional”, disse a assessora técnica da Comissão Nacional de Política Agrícola da CNA, Fernanda Schwantes.

Outro assunto tratado no encontro foram as linhas que permitem a renegociação de dívidas de produtores rurais, anunciadas pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e pelo Banco do Brasil na semana passada. Segundo Fernanda, existem dúvidas em relação a dívidas que se enquadram ou não nessas linhas. “Queremos esclarecer melhor essas questões para que o produtor se torne adimplente de novo com as instituições financeiras e isso não prejudique a contratação de crédito para as próximas safras”, afirmou a assessora técnica da CNA.

O secretário de Política Agrícola do Mapa, Wilson Vaz de Araújo, ressaltou que o Plano Agrícola e Pecuário já está no seu segundo mês de execução, mas ainda é possível ajustar alguns pontos.

O post CNA pede ao Ministério da Agricultura ajustes no Plano Safra 2018/19 apareceu primeiro em ISTOÉ DINHEIRO.

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!