Café Recua 23% em 2018 com Pressão do Dólar – Investing.com

As cotações internacionais do viveram nova semana de desvalorização, pressionadas pelo câmbio e pela rolagem de posições para fora do vencimento setembro nas bolsas internacionais. O início do período de notificação de entrega do contrato setembro/18, na ICE Futures US, começa no dia 23 de agosto.

Na Bolsa de Nova York, o vencimento dezembro/18 registra sete quedas consecutivas, acumulando perdas de 7,5% em 30 dias, de 22,8% no ano e de 28,8% nos últimos 12 meses. Na semana, a queda foi de 470 pontos, encerrando a sessão de ontem a US$ 1,0535 por libra-peso. Na ICE Futures Europe, o vencimento novembro do café fechou a US$ 1.596 por tonelada, com desvalorização semanal de US$ 42.

O segue fortalecido em função da crise econômica na Turquia e pressiona os ativos em NY. A força da moeda na comparação com o real tende a estimular as exportações brasileiras, resultando em maior oferta e pressão sobre as cotações. Na semana, a divisa acumulou alta de 1,1%, sendo cotado a R$ 3,9052.

Em relação ao clima, são esperadas condições mais secas no fim de semana no cinturão cafeeiro, favorecendo o andamento da colheita. “Ao longo dos próximos dias e até nesse próximo fim de semana, as chuvas tendem a diminuir no Sudeste e no Paraná, o que vai ajudar na recuperação do ritmo de colheita dos cafezais, principalmente no Sudeste”, informa a Somar Meteorologia.

No mercado físico, os agentes permanecem retraídos e os negócios calmos. Os preços seguem o desempenho internacional e recuam, ainda com baixa demanda dos principais compradores pelo café brasileiro. Os indicadores calculados pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) para as variedades arábica e robusta recuaram 2,3% e 0,6%, cotados, respectivamente, a R$ 416,55/saca e a R$ 317,29/saca.

Fonte Oficial: Investing.com.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!