“Se Bitcoin é veneno de rato, os bancos são os ratos”, diz CEO do Pantera Capital – Portal do Bitcoin

O fundador e CEO da empresa de investimentos Pantera Capital, Dan Morehead, disse que a tecnologia Blockchain e o Bitcoin são o próximo passo na evolução do capital próprio, de acordo com a CCN.

O discurso de Morehead demonstra que as autoridades do Pantera Capital continuam a manter uma perspectiva otimista com a criptoeconomia em meio à atual desaceleração, mesmo quando os fundos da empresa caíram 23,7%, enquanto o Bitcoin perdia 20,9% de seu preço.

O executivo deixou clara a sua visão de que as criptomoedas são uma forma superior de moeda e ressaltou que o Bitcoin é maior momento disruptivo dessa geração. O investidor salientou que atualmente está sendo um bom momento para comprar e aumentar a posição, o que, segundo ele, não acontece com seus clientes que ‘insistem’ em aumentar o portfólio na alta.

De acordo o Morehead, esta é a sétima vez que o mercado de criptomoedas, mais precisamente o Bitcoin, passa por este momento de queda e, em sua visão normal, disse ele, em 10 a 12 meses certamente o preço da criptomoeda será bem maior.

Morehead também comentou sobre a frase bombástica do investidor bilionário Warren Buffet, que repercutiu após um tweet da jornalista Rebecca Quick, do Wall Street Journal em maio deste ano, quando ele classificou o Bitcoin de “veneno de rato ao quadrado”.

“É veneno de rato; os bancos e as empresas de cartão de crédito são os ratos”, gracejou o executivo do Pantera Capital.

Questionado o por quê de tanto otimismo, o executivo citou várias razões para continuar acreditando no futuro das criptomoedas e da tecnologia Blockchain.

Ele disse que os blockchains são a ‘peça final’ que faltava na estrutura da internet, uma forma de movimentar fundos sem pagar caro a terceiros.

“O Bitcoin não é um matador disso ou daquilo, mas um ‘serial killer’, o que significa que afetará muitos casos de uso diferentes. A internet, no começo, demorou a desenvolver seus principais casos de uso, como o Uber”, disse Morehead.

Ele também classificou o momento atual de a ‘Era-pós capitalista’, pois, segundo ele, no capitalismo um indivíduo rico investe para gerar ganhos e, contemporaneamente, as pessoas que não são ricas têm criado tecnologias valiosas para se tornarem ricas, citando, ainda, a cooperatividade nessas novas propriedades.

“Se você investe nisso, não pode perder tudo. Muitos dos fundos investidos em bitcoin têm o potencial de aumentar em 25 vezes, o que não é algo que você vê em outras oportunidades de investimento”, frisou Morehead.

Previsões para o Bitcoin

No final do ano passado, quando o Bitcoin já apresentava sinais de queda, Dan Morehead previu que o Bitcoin poderia cair 50% em um curto prazo, mas que depois ele voltaria a ter uma ganho significativo.

Em meados de abril, a empresa de Morehead publicou no Medium um artigo também muito otimista em relação ao Bitcoin. O texto prenunciava o preço do Bitcoin a US$ 20 mil até o final deste ano.

Morehead é um observador veterano do mercado de criptomoedas. Ele fundou o Pantera Capital em 2003 como um investidor institucional focado estritamente em moedas digitais. A empresa começou seu primeiro fundo de criptomoeda dez anos depois.

Após cinco anos de sua criação, o Pantera Capital, que tem sede em São Francisco, na Califórnia (EUA), anunciou no mês passado um retorno financeiro de mais de 10.000% em todo o período.


Receba Trons (TRX) grátis! Só até domingo, 19/08

A Huobi é a terceira maior exchange do mundo e agora oferece a plataforma em português para você negociar mais de 150 criptomoedas com liquidez e máxima segurança. Cadastre-se na Huobi e participe do airdrop de TRONs, acesse: http://huobibrasil.com.br

O post “Se Bitcoin é veneno de rato, os bancos são os ratos”, diz CEO do Pantera Capital apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

Fonte Oficial: Portal do Bitcoin.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!