Economia e corrupção mantêm domínio entre os tópicos discutidos – Isto É

No segundo bloco do debate dos presidenciáveis na RedeTV!, jornalistas voltaram a colocar temas de economia, como a situação fiscal brasileira, e corrupção para os candidatos.

Questionado sobre qual seria sua política para a dívida pública, Jair Bolsonaro (PSL) comentou apenas que são números “absurdos” e que “a solução será difícil”. Ele admitiu, no entanto, que a solução desse problema é “prerrogativa do Presidente”, contrariando o discurso que vinha sustentando até o momento, o de delegar a questão ao seu futuro Ministro da Fazenda, Paulo Guedes.

Em seu comentário, Ciro afirmou que o maior problema da dívida brasileira é que “metade da receita” vai para rolagem e pagamento de juros, o que comprime os gastos com todo o resto. “É preciso cortar em juros”, defendeu.

Geraldo Alckmin (PSDB) foi questionado sobre suas alianças e os escândalos de corrupção que os acompanham. O tucano lembrou que uma de suas maiores propostas é a reforma política mas admitiu, no entanto, que os partidos todos estão “fragilizados”.

Alvaro Dias (Podemos), em seu comentário, disse que procurou os partidos do Centrão, mas lamentou que o grupo não o aceitou por suas propostas.

Confrontado sobre o mesmo tema, Henrique Meirelles voltou a se apoiar sua biografia no setor público e privado para se descolar do MDB. Bolsonaro, que comentou a resposta do ex-ministro do presidente Michel Temer, não deixou: “o seu partido é o partido do toma lá, dá cá, Meirelles.”

O post Economia e corrupção mantêm domínio entre os tópicos discutidos apareceu primeiro em ISTOÉ DINHEIRO.

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!