Pilhas de notas para comprar um sabonete: a hiperinflação na Venezuela – Exame

Um fotógrafo da Reuters foi a Caracas e registrou a quantidade de dinheiro necessária para comprar produtos básicos no país

Por Da redação com Reuters

access_time 20 ago 2018, 17h18

São Paulo – A Venezuela está em feriado nacional nesta segunda-feira (20) para a introdução de uma nova moeda.

Sai o Bolívar forte e entra o Bolívar soberano, com cinco zeros a menos, mas as duas moedas vão coexistir por um tempo – uma receita para a confusão.

Na última sexta-feira (17), venezuelanos formaram longas filas e lotaram as lojas preocupados com os efeitos da mudança.

O presidente Nicolas Maduro se diz vítima de uma “guerra econômica” e promete que a nova moeda vai resolver o problema da inflação.

No sábado (18), ele também anunciou uma nova taxa de câmbio única atrelada à criptomoeda petro, equivalente a 60 dólares em barril de petróleo venezuelano.

Isso desvalorizaria efetivamente a moeda em 96% por cento, o que economistas apontam como um novo estímulo à disparada de preços.

A estimativa do Fundo Monetário Internacional (FMI) é que a inflação no país chegue a 1 milhão por cento em 2018; o governo não publica dados oficiais.

O resultado de tudo isso é que hoje são necessárias pilhas e pilhas de dinheiro para comprar produtos básicos.

A única exceção é a gasolina: um litro do produto custa 1 bolívar, enquanto uma xícara de café custa 2,2 milhões. Mas a exceção ao combustível também deve ser revista, segundo o governo.

O fotógrafo Carlos Garcia Rawlins, da Reuters, foi a Caracas e registrou a quantidade de dinheiro necessária para comprar cada produto, usando como preço de referência um pequeno mercado informal.

Sabonete e pilhas de bolívares em Caracas, na VenezuelaBarra de sabonete = 3.500.000 bolívares = 0,53 dólares = 2,09 reais

Barra de sabonete = 3.500.000 bolívares = 0,53 dólares = 2,09 reais (Carlos Garcia Rawlins/Reuters)

 

Quilo de carne e pilhas de bolívares em Caracas, na VenezuelaUm quilo de carne = 9.500.000 bolívares = 1,45 dólares = 5,73 reais

Um quilo de carne = 9.500.000 bolívares = 1,45 dólares = 5,73 reais (Carlos Garcia Rawlins/Reuters)

 

Um frango de 2,4 quilos e pilhas de bolívares em Caracas, na VenezuelaFrango de 2,4 quilos = 14.600.000 bolívares = 2,22 dólares = 8,78 reais

Frango de 2,4 quilos = 14.600.000 bolívares = 2,22 dólares = 8,78 reais (Carlos Garcia Rawlins/Reuters)

 

Um quilo de tomates e pilhas de bolívares em Caracas, na VenezuelaUm quilo de tomates = 5.000.000 bolívares = 0,76 dólares = 3 reais

Um quilo de tomates = 5.000.000 bolívares = 0,76 dólares = 3 reais (Carlos Garcia Rawlins/Reuters)

 

Um quilo de queijo e pilhas de bolívares em Caracas, na VenezuelaUm quilo de queijo = 7.500.000 bolívares = 1,14 dólares = 4,51 reais

Um quilo de queijo = 7.500.000 bolívares = 1,14 dólares = 4,51 reais (Carlos Garcia Rawlins/Reuters)

 

Um pacote de fraldas e e pilhas de bolívares em Caracas, na VenezuelaPacote de fraldas = 8.000.000 bolívares = 1,22 dólares = 4,82 reais

Pacote de fraldas = 8.000.000 bolívares = 1,22 dólares = 4,82 reais (Carlos Garcia Rawlins/Reuters)

 

 

 

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!