Vacinação atinge 51% do esperado no Brasil – Isto É

Mais da metade das crianças que formam o público-alvo da campanha nacional contra o sarampo e a poliomielite já foi imunizada, segundo o Ministério da Saúde. Até ontem, 51% das crianças entre 1 ano e 5 anos receberam as doses. O dia D da campanha foi no sábado.

A meta do ministério é vacinar 95% de 11,2 milhões de crianças no público-alvo; 5,7 milhões de doses de cada vacina já foram aplicadas. No Estado de São Paulo, a cobertura vacinal está em 57,14% para poliomielite e em 56,34% para o sarampo. “Estamos observando que a média está boa. As pessoas têm até o dia 31 para levar os filhos e a nossa proposta é não prorrogar a campanha”, diz Helena Sato, diretora técnica de imunização do Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE).

Ela vê adesão superior a de outros mutirões recentes. “Está melhor do que a campanha da gripe, que teve, para crianças, uma cobertura de 66,6% até 2 de agosto.” A diretora diz que a circulação de informações sobre as doenças contribuiu para a conscientização dos pais. “A comunicação conseguiu deixar claro que ambas as doenças têm o risco de chegar ao Estado de São Paulo. Já tem casos de sarampo no País e existe o risco real de o vírus entrar no Estado.”

A campanha nacional foi antecipada no Estado de São Paulo e teve início no dia 4. No restante do País, começou no dia 6. No Estado, devem ser vacinadas 2,2 milhões de crianças contra as doenças e, na capital, serão 562.392 – até ontem, foram administradas 314.128 doses contra pólio (paralisia infantil) e outras 309.572 doses da vacina SCR, que protege contra sarampo, caxumba e rubéola.

No País

O Estado de Rondônia lidera o ranking da cobertura vacinal até o momento, com 85,03% para a poliomielite e 83,45% para o sarampo. “Entre as coberturas mais baixas, destacam-se: Rio, com 29,49% do público-alvo vacinado para pólio e 31,33% para sarampo; e Pará, que tem 33,60% pólio e 33,59% para sarampo”, informa o ministério.

O esquema vacinal para poliomielite é composto por três doses administradas aos 2, 4 e 6 meses, sendo necessários dois reforços aos 15 meses e aos 4 anos. Já a imunização contra o sarampo é feita por meio da vacina tríplice viral, que protege também contra rubéola e caxumba. O esquema vacinal é de uma dose aos 12 meses, com um reforço aos 15 meses. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O post Vacinação atinge 51% do esperado no Brasil apareceu primeiro em ISTOÉ DINHEIRO.

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!