Possibilidade de aliciamento de venezuelanos por facções preocupa, diz Jungmann – Isto É

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, disse nesta quinta-feira, 23, em visita a Pacaraima, na fronteira com a Venezuela, que a possibilidade de aliciamento de migrantes pelas grandes facções criminosas é uma preocupação do governo federal.

“Infelizmente, esse processo de aliciamento das grandes facções não acontece só aqui em Roraima, mas, evidentemente, estamos preocupados com isso, daí o reforço que estamos fazendo no caso da Polícia Federal e também da Força Nacional. É a resposta que damos a essa situação”, disse.

Segundo Jungmann, mais 60 homens da Força Nacional estão a caminho do Estado. Houve a solicitação do governo do Estado de Roraima para que a Força Nacional realizasse o policiamento ostensivo em Pacaraima. “Não tínhamos recebido até então nenhuma solicitação de patrulhamento ostensivo.”

Desafios para a interiorização

Para o ministro, é preciso acelerar a interiorização dos migrantes, com a transferência para outros Estados. “Precisamos melhorar, dar mais agilidade e cooperação. A interiorização implica na mobilização dos Estados. A tarefa de ordenamento e abrigamento está sendo feita”, disse Jungmann.

“O governo federal não tem como impor para um Estado que ele assuma um determinado grupo de migrantes. É uma negociação. Muitas vezes falta trabalho, onde colocar, onde ter a possibilidade de acolhida. Não é simplesmente despejar as pessoas daqui em São Paulo, Rio, Recife ou Belo Horizonte. Elas têm de ter algum tipo de colocação porque, se não, vamos deslocar um problema daqui a outro lugar.”

O post Possibilidade de aliciamento de venezuelanos por facções preocupa, diz Jungmann apareceu primeiro em ISTOÉ DINHEIRO.

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!