Análise Ibovespa: Ué, Acabou a “Festa”? – Investing.com

Bom dia, Pessoal!

Vamos direto ao assunto! Como sempre vamos dar um “giro” rápido pelo mundo e depois focamos em nosso índice BOVESPA.

– Giro Rápido pelo Mundo

– Ásia: Além dos diversos índices macroeconômicos que foram divulgados das economias do oriente, os holofotes do mercado recaíram sobre os pronunciamentos provenientes do Japão. Primeiro, o país formalmente anunciou que não vê problema algum que o Reino Unido se integre ao acordo das economias do trans-Pacífico (TPP), mas, além disso, devido à queda acentuada nas bolsas da china, a bolsa japonesa superou a chinesa e agora é a segunda maior bolsa do mundo.

– Velho Continente: Apesar da situação da econômica na Turquia continuar impactando o mercado, o “velho continente” voltou suas atenções novamente para a questão do BreXit. Novos rumores foram divulgados, contudo nada oficial foi dito. Inicialmente os rumores impactaram mais fortemente os mercados, entretanto visto que não foi divulgada nenhuma novidade, os impactos negativos foram rapidamente superados pelo mercado. Vale lembrar que o SIMPÓSIO de ainda não terminou enquanto da redação desta análise.

– Novo Continente: Os números canadenses e norte-americanos continuam vindo dentro do intervalo de confiança, ajudando ao mercado manter sua tendência primária. Contudo a declaração do presidente do FED, Powell na última sexta-feira, dizendo que ele não vê riscos de sobreaquecimento da maior economia mundial, bem como acredita ser possível continuar com as altas de juros, puderam impactar fortemente o americano, que acabou se enfraquecendo. O índice dólar caiu de 95.40 para abaixo de 95.00, na hora do pronunciamento, retomando um pouco da queda fechando próximo a 95.20 no último pregão da semana.

Uma “leve” observação que tenho que fazer é referente ao dono da empresa “TESLA” que anunciou que desistiu de fechar o capital da empresa… Já vimos isto antes.

– Pousando em nossa movimentada República

Dólar supera a marca de R$4,10 e Banco Central Brasileiro sinaliza que está de olho na cotação e não descarta novas intervenções; BNDES divulgou que não encontrou “fato relevante” na investigação sobre as “supostas operações” no mercado financeiro pelos donos da JBS (SA:) (muito divulgadas pela mídia na época); Caixa Econômica Federal anunciou que reduziu as taxas de juros para financiamento imobiliário; novos debates e entrevistas com os presidenciáveis, entre outros.

Após esses “giros rápidos” vamos direto aos gráficos.

– Ilustração e Opinião

O , um dos principais índices do Reino Unido, fechou na última sexta-feira com leve alta de +0,19%, enquanto o índice norte-americano fechou em alta de +0,52% aproximando-se da máxima histórica do dia 26 de janeiro de 2018.

Vamos dar uma olhada técnica em nosso índice.

Como de praxe, a primeira imagem foi utilizada na última análise que foi divulgada, enquanto que a imagem seguinte reflete o que aconteceu nesta semana junto com os cenários.

Bovespa Gráfico

Durante a semana passada, foi possível identificar que o nosso índice veio testar a região de confluência (+-75.300 pontos) que tínhamos desenhado no cenário 02. Observando o movimento de nosso IBOV nesta semana, penso em dois cenários possíveis:

– Cenário 01: O movimento leve de alta que acompanhamos na última sexta-feira não foi capaz de superar topo deixado no dia 23/08/2018, sinalizando que os compradores puderam não deter o total domínio do mercado. Estamos em uma zona muito interessante, que no passado gerou muita disputa entre “touros” e “ursos” e é o que acompanhamos durante toda a semana passada. Caso os compradores retomem o controle do mercado, este fato poderia aumentar as probabilidades de nosso IBOV voltar a testar a região de resistência localizada na região de 77.588 para então seguir a alta.

– Cenário 02: Apesar da linha de tendência rápida de baixa ter sido “violada”, ela não pode ser ainda descartada, visto que não foram feitos topos mais altos. O volume de vendas no pregão da quinta-feira poderia sinalizar que os vendedores ainda buscam voltar a obter o controle total do mercado, contudo não foi suficiente para romper o suporte intermediário que se encontra na região de +-75.300 pontos. Caso exista um aumento na ponta vendedora, este fato poderia aumentar as probabilidades de vermos o IBOV retomar à região de 73.900 pontos.

– Resumindo: O encontro de “JACKSON HOLE” ainda não terminou (na altura que escrevo esta análise), portanto devemos ter cuidado com as divulgações tradicionais que acontecem no final deste encontro e seus impactos nos mercados já na segunda-feira.

Para a próxima semana, está prevista a divulgação da taxa de desemprego do Brasil, o PIB e o índice de inflação medido pela Fundação Getúlio Vargas, o IGP-M. Recomendo extrema cautela na próxima quinta e sexta-feira.

Espero você na próxima semana!

Por Marco R Simonetto (Equipe Youtrading)

Fonte Oficial: Investing.com.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!