Até Castro sabe que modelo cubano não funciona, diz secretário americano – Exame

O secretário de Defesa dos EUA disse que a democracia dos países da América do Sul está crescendo, apesar da instabilidade mundial

Por EFE

access_time 28 ago 2018, 15h33

Washington – O secretário de Defesa dos Estados Unidos, James Mattis, elogiou nesta terça-feira a estabilidade no continente americano, onde, salvo algumas exceções, disse, até o ex-mandatário cubano Raúl Castro sabe que “o modelo de Cuba não funciona nem para Cuba e nem para ninguém”.

“Existem exceções e sabemos: Venezuela, Cuba e Nicarágua. Mas até Castro sabe agora que o modelo de Cuba já não funciona para Cuba, nem para mais ninguém”, sustentou o titular da pasta de Defesa durante um comparecimento perante os veículos de imprensa no Pentágono.

Mattis recalcou a importância de sua recente viagem à América Latina, onde visitou o Brasil, Argentina, Chile e Colômbia, e que teve como principal objetivo reforçar suas alianças na região.

“Apesar dos problemas que evidentemente afrontamos neste hemisfério, temos a sorte de ser testemunhas da crescente democracia e prosperidade nesta região apesar de um mundo instável”, considerou o chefe do Pentágono.

Para manter este “status quo”, Mattis afirmou que Washington continuará “trabalhando” com seus “amigos” na região, e citou como exemplo o próximo desdobramento em águas colombianas do USNS Comfort, um embarcação médica cuja meta s0erá ajudar a atenuar a crise humanitária provocada pela chegada de milhares de venezuelanos.

A situação na Venezuela é de tal gravidade que, segundo o secretário de Defesa, o presidente do país, Nicolás Maduro também “está descobrindo” que o modelo cubano não tem futuro.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!