EURUSD: Análise de Mercado (29/08/18) – Investing.com

Na terça-feira, 27/8, as cotações do par euro/dólar fecharam em alta. Observou-se um aumento da volatilidade no mercado durante todas as sessões. Na Ásia, os vendedores tentaram conter a tendência de alta, mas foram esmagados por algumas horas. A partir de 1,1663, o preço se recuperou até 1,1700. Diante do enfraquecimento do e da alta dos cruzados do euro, o par subiu para 1,1734.

As negociações comerciais entre os EUA e o México estimularam a demanda por ativos de risco. Levando em conta que no timeframe horário há uma tendência de alta, os compradores vão aproveitar a alta nos pares cruzados para derrubar tudo que vem pela frente.

O fortalecimento do euro perdeu impulso com a divulgação dos indicadores econômicos dos EUA e com a alta do rendimento dos títulos da dívida pública do Tesouro dos EUA a 10 anos. O dólar recobrou as forças após a divulgação de dados bem animadores sobre confiança do consumidor. Em agosto, o índice foi de 133,4, bem acima da projeção (126,6). Reparem que, no mês anterior, o índice havia registrado um leve aumento de 127,4 para 127,9. Frente a isso, o euro teve uma correção para 1,1691. A partir daí, a cotação ficou em movimento lateral dentro de um intervalo bem estreito.


Análise técnica

O aumento tanto na demanda por ativos de risco quanto na cotação dos cruzados do euro ultrapassou a divergência de baixa e o topo duplo. Minha expectativa de desvio da linha superior do canal da manhã não se confirmou. O bom é que baixou o risco nas transações contra a tendência em duas vezes, até 0,5%.

No gráfico, destaquei dois momentos parecidos na correção e na alta seguinte. Enquanto os vendedores não atravessarem a mínima de 1,1663 (27/08), os compradores poderão trazer o preço de volta para 1,1734.

As velas horárias e o padrão de 12 barras indicam alta para hoje e queda no dia 30/8. Por conta disso, acredito que haverá um aumento do preço até 1,1720, no início da sessão europeia, e queda na sessão dos EUA.

O foco dos traders hoje vai ficar na divulgação dos indicadores econômicos dos EUA, como o do segundo trimestre e as vendas de residências pendentes para julho.

Não tenho intenção de comprar euro nesse momento. Caso o preço retorne à zona 1,1720-1,1734, será possível mais uma vez arriscar a vender o euro com base no alvo de 1,1600.

Fonte Oficial: Investing.com.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!