FI-FGTS aplicará R$ 248,3 milhões em linha de transmissão de energia

Uma nova linha de transmissão de energia poderá contar com investimento de R$ 248,3 milhões do Fundo de Investimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FI-FGTS). O FI-FGTS aprovou nesta quarta-feira (29), em reunião em Brasília, o Relatório de Oportunidade Prévia do Investimento (ROPI) na Transmissora Serra da Mantiqueira (TSM). A linha está localizada nos estados de São Paulo e do Rio de Janeiro e tem 330 quilômetros de extensão.

Linhas de transmissão de energia, energia elétrica

Com 330 quilômetros, a linha de transmissão localiza-se nos estados do Rio e de São Paulo – Arquivo/Agência Brasil

Com essa aprovação, será feito um estudo sobre os requisitos para receber o investimento, o que leva de 6 a 8 meses. Depois, o relatório final tem que ser aprovado pelo Comitê de Investimentos do FI-FGTS para que os recursos sejam liberados.

O FI-FGTS usa parte dos recursos do Fundo de Garantia dos trabalhadores para investir na construção, reforma, ampliação ou implantação de empreendimentos de infraestrutura em rodovias, portos, hidrovias, ferrovias, aeroportos, energia e saneamento.

Para receber os recursos, é preciso enviar propostas por meio das chamadas públicas abertas pelo FI-FGTS. Neste ano, o fundo já lançou quatro chamadas públicas. A última, ainda aberta, com encerramento na próxima sexta-feira (31), prevê a liberação de R$ 4,85 bilhões para até 15 projetos de infraestrutura, prioritariamente na área de saneamento.

Nas três rodadas anteriores do chamamento público, sete projetos foram habilitados, no valor total de R$ 2,6 bilhões. Seis desses projetos são para o setor elétrico e um na área de saneamento.

Edição: Nádia Franco

Fonte Oficial: EBC.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!