Cobre opera em queda com possibilidade de novas tarifas dos EUA contra a China – Isto É

Os contratos futuros de cobre operam em queda na manhã desta sexta-feira em meio às contínuas tensões entre Estados Unidos e China, que falaram mais alto do que dados econômicos chineses melhores do que o esperado.

Por volta das 7h30 (de Brasília), o cobre para entrega em dezembro caía 0,37%, para US$ 2,7075 por libra-peso, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex). Já na London Metal Exchange (LME), a tonelada do metal para três meses recuava 0,30%, para US$ 6.057,00.

Os investidores de cobre receberam uma boa notícia do índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) oficial da China para o setor industrial que subiu de 51,2 em julho para 51,3 em agosto, superando expectativas de queda para 51,1. Ainda assim, o ânimo dos agentes permaneceu baixo, uma vez que há relatos que circulam nos mercados de que os EUA podem impor tarifas sobre produtos chineses em breve. A China é o maior consumidor de cobre do Mungo.

“A disputa comercial parece estar voltando a crescer, afinal, já que o presidente dos EUA, Donald Trump, pode lançar novas tarifas punitivas sobre as importações de produtos chineses já na próximas semana”, disse o analista Carsten Fritsch, do Commerzbank.

Entre outros metais básicos negociados na LME, o zinco subia 1,70%, para US$ 2.506,00 por tonelada; o alumínio avançava 0,92%, para US$ 2.148,00 por tonelada; o estanho perdia 0,71%, para US$ 18.935,00 por tonelada; o níquel cedia 1,43%, para 13.120,00 por tonelada e o chumbo tinha baixa de 0,72%, para US$ 2.090,00 por tonelada. Fonte: Dow Jones Newswires.

O post Cobre opera em queda com possibilidade de novas tarifas dos EUA contra a China apareceu primeiro em ISTOÉ DINHEIRO.

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!