Cresce tensão nas conversas entre Canadá e EUA sobre Nafta – Exame

Donald Trump afirmou nesta sexta que o pacto ocorreria nos termos dos Estados Unidos, enquanto o Canadá permaneceu firme contra assinar um acordo qualquer

Por Reuters

access_time 31 ago 2018, 15h50

Washington/Toronto – As conversas entre o Canadá e os Estados Unidos para atualizar o Tratado de Livre Comércio da América do Norte (Nafta, na sigla em inglês) azedaram fortemente nesta sexta-feira depois que o presidente dos Estados Unidos disse que um pacto ocorreria nos termos dos Estados Unidos e Ottawa permaneceu firme contra assinar “um acordo qualquer”.

O represente de Comércio dos EUA, Robert Lighthizer, e a ministra das Relações Exteriores do Canadá, Chrystia Freeland, retomaram as conversas nesta sexta-feira, com o México aguardando para retornar à mesa de negociações com o objetivo de encerrar um ano de duras negociações trilaterais.

Mas Trump disse “em off” para a Bloomberg News nesta semana que qualquer acordo comercial com o Canadá seria “totalmente em nossos termos”, divulgou o Toronto Star nesta sexta-feira.

Trump disse à Bloomberg na entrevista que um acordo estava “próximo” e que poderia ocorrer nesta sexta-feira, o prazo que ele definiu para permitir a assinatura do presidente mexicano Enrique Peña Nieto antes de ele deixar o cargo no fim de novembro. Pela legislação dos EUA, Trump precisa aguardar 90 dias antes de assinar o pacto.

Mas a chanceler do Canadá, Chrystia Freeland, disse nesta sexta-feira que sua equipe “ainda não chegou lá” na resolução de diferenças ainda grandes.

“Estamos buscando um bom acordo, não um acordo qualquer. E só vamos concordar com um pacto que seja bom para o Canadá”, disse Freeland a repórteres.

Lighthizer se recusou a ceder, apesar de repetidos esforços de Freeland de oferecer algumas concessões em laticínios para manter um mecanismo de resolução independente de disputas comerciais no Nafta, informou o Globe and Mail.

Entretanto, uma porta-voz para representante de Comércio dos EUA disse que o Canadá não fez concessões em agricultura, que inclui laticínios, mas acrescentou que as negociações continuam.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!