Diesel sobe até 14,4% com alta do câmbio e do preço internacional – Isto É

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) publicou no final da noite da quinta-feira, 30, os novos preços de referência para comercialização do óleo diesel, que passou a ser subsidiado pelo governo após a greve dos caminhoneiros motivada pela alta do combustível.

Impulsionados pela alta do dólar e pelo preço internacional do diesel, o valor de comercialização voltou aos patamares de antes da greve, quando custava R$ 2,3716 – em maio, a Petrobras reduziu o valor para R$ 2,3351 para ajudar a acabar com o conflito.

Os novos preços registram altas de até 14,4%, sendo o mais alto o comercializado na região Centro-Oeste, de R$ 2,4094/litro. Os preços na região Sudeste subiram 10,5%, para R$ 2,3277. Na região Nordeste o preço subiu para R$ 2,2592, alta de 12,5%; na região Sul, foi para R$ 2,3143, alta de 13,1%; e na região Norte avançou para R$2,228/litro, alta de 13,2%.

Segundo a ANP, os novos preços são resultantes da subtração de R$ 0,30/litro dos preços de referência, como determinado pelo programa de subvenção de acordo com Medida Provisória Nº 838/2018.

A agência explica que os novos valores refletem os aumentos dos preços internacionais do diesel e do câmbio no último mês.

O post Diesel sobe até 14,4% com alta do câmbio e do preço internacional apareceu primeiro em ISTOÉ DINHEIRO.

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!