Indústria de transformação sobe 1,8% no 2º trimestre – Isto É

A indústria de transformação avançou 1,8% no segundo trimestre de 2018 ante o segundo trimestre de 2017, segundo os dados das Contas Nacionais trimestrais divulgados nesta sexta-feira, 31, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

As indústrias extrativas cresceram 0,6% no segundo trimestre ante o mesmo período do ano anterior, enquanto o segmento de produção e distribuição de eletricidade, gás e água subiu 3,1%. Já a construção recuou 1,1% no período.

O PIB industrial teve uma elevação e 1,2% no segundo trimestre de 2018 ante o segundo trimestre de 2017.

A despeito da greve dos caminhoneiros, a atividade de transporte, armazenagem e correio teve crescimento de 1,1% no segundo trimestre de 2018 na comparação com o segundo trimestre de 2017.

O comércio teve expansão de 1,9% no segundo trimestre deste ano em relação ao mesmo período do ano anterior, enquanto as atividades imobiliárias cresceram 3,0%.

“O número de domicílios aumentou nesse trimestre, e também a qualidade deles”, disse Claudia Dionísio, gerente das Contas Nacionais Trimestrais do IBGE.

Ante 1º trimestre

A indústria de transformação recuou 0,8% no segundo trimestre de 2018 na comparação com o primeiro trimestre do ano.

A construção teve perda na mesma magnitude no período, queda de 0,8%, enquanto o comércio encolheu 0,3%. A queda mais acentuada entre as atividades foi registrada em transporte, armazenagem e correio, uma redução de 1,4% no segundo trimestre de 2018 ante o primeiro trimestre do ano.

Por outro lado, as atividades imobiliárias cresceram 1,2% no período, mesmo avanço registrado por informação e comunicação, com alta também de 1,2% no segundo trimestre.

As atividades financeiras tiveram elevação de 0,7%, e as indústrias extrativas registraram expansão de 0,4%.

O post Indústria de transformação sobe 1,8% no 2º trimestre apareceu primeiro em ISTOÉ DINHEIRO.

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!