Corretora internacional de criptomoedas vai banir Bitcoin Gold da plataforma – Portal do Bitcoin

A Bittrex, uma das maiores exchanges de criptomoedas do mundo, disse que vai retirar o suporte para o Bitcoin Gold (BTG) a partir do dia 14 de setembro. O aviso foi feito em um comunicado da equipe de desenvolvedores do criptoativo, publicado no último sábado (01). O motivo seria uma série de gastos duplos devido ao ataque de 51%.

“Lamentamos informar à nossa comunidade que a exchange de criptomoedas Bittrex decidiu retirar o BTG de sua lista depois que recusamos a pagar-lhes 12.372 BTGs para permanecermos listados”, diz o comunicado.

A equipe se defendu e alegou que o ataque dos 51% (quando um hacker adquire pelo menos 51% da capacidade de processamento dos blocos) que abriu caminho para os gastos duplos, não foi sua culpa. Em vez disso, o grupo culpou o estilo de consenso da Prova de Trabalho (PoW) no qual o Bitcoin Gold opera.

“A equipe do Bitcoin Gold não é responsável pela política de segurança em entidades privadas como Bittrex. Aqueles que ganham receita administrando uma empresa privada devem gerenciar os riscos relacionados e são responsáveis ​​por sua própria segurança”, diz um trecho do comunicado.

Mais tarde, os desenvolvedores do Bitcoin Gold foram informados que havia uma outra alternativa, que eles pagassem pelo menos 6.000 BTGs e que a Bittrex cobriria a outra parte das perdas com sua própria reserva de BTG remanescentes, como sendo uma última proposta.

Mesmo assim, a equipe do Bitcoin Gold revidou.

“Isso pode parecer uma quantia pequena para uma exchange tão lucrativa, mas é uma fração significativa dos fundos disponíveis do Endowment que suporta o projeto Bitcoin Gold. Nossa organização sem fins lucrativos não tem fontes de receita, todas as recompensas de mineração do BTG vão para mineradores”, diz parte da nota, que também frisou uma decisão administrativa.

“Não estamos autorizados a fazer um desembolso da Fundação com a finalidade de cobrir as perdas de uma empresa por conta de suas próprias falhas de segurança”, concluiu.

Não se sabe qual será o impacto a longo prazo na sobrevivência do BTG caso ele seja realmente retirado da Bittrex. O que está claro, porém, é que o sentimento do mercado mudou, opinou o site The Next Web.

Contudo, os desenvolvedores do BTG já têm alguma noção do que pode acontecer.

“Suspeitamos que o impacto da ação da Bittrex no nosso ecossistema não será substancial, uma vez que a Bittrex não tem sido um dos principais fornecedores de liquidez do BTG nos últimos meses”, diz um outro trecho do comunicado.

O sentimento atual também pode ser comparado a um outro fato que ocorreu o ano passado, quando US$ 3,3 milhões em Bitcoin Gold foram roubados depois que usuários foram persuadidos a fazer o download de uma carteira falsa.

Na ocasião, o BTG era classificado como a quinta maior criptomoeda do mercado, e, segundo o CoinMarketCap, hoje ela ocupa a 29ª posição.

Como foi o ataque dos 51%

Em meados de maio deste ano, um minerador malicioso ainda não identificado fez ataques do tipo ‘Gasto Duplo’ na rede do Bitcoin Gold (BTG) e diversas exchanges registraram perdas acumuladas de aproximadamente US$ 18 milhões.

Foi apurado, então, que o hacker teria feito depósitos de BTG em exchanges e, simultaneamente, enviado os mesmos blocos da criptomoeda para uma carteira digital pessoal.

Como possuía controle de grande parte das transações, quando enviava novamente determinada quantia, o hacker conseguia controlar o montante tanto na exchange quanto na carteira. E desta forma, ele ia fazendo as transações.

Um endereço de blockchain relacionado ao criminoso teria recebido 388.200 BTG desde o dia 16 de maio e atividade continuou até o dia 18, que foi notada e então divulgada pelo diretor de comunicações da Bitcoin Gold, Edward Iskra. Ao todo, 22 novos blocos da criptomoeda foram envolvidos no episódio.

Após as ocorrências, os desenvolvedores do Bitcoin Gold alertaram e recomendaram às exchanges que aumentassem o número de verificações para transações com seus clientes.

Não está claro quantas exchanges foram atingidas neste ataque, uma vez que uma boa maioria das principais plataformas, como Binance, Bittrex, Bitfinex, HitBTC, OKEx, entre outras, oferecem suporte para negociação BTG.

Rede vulnerável

Desde o momento em que foi criado, o BTG é envolvido em polêmicas e questionamentos sobre sua segurança. Um ataque DDoS chegou a derrubar a rede em outubro do ano passado.

No Brasil, a corretora ‘Mercado Bitcoin’ também tem um histórico negativo com o Bitcoin Gold e só liberou saques da criptomoeda nove meses depois do lançamento — depois que o criptoativo sofreu uma queda de 90% do seu preço inicial.


Procurando o melhor lugar para fazer seus trades?

A Huobi, exchange líder em ativos digitais, chegou ao Brasil! Crie sua conta em menos de 1 minuto. Plataforma em português, mais de 150 altcoins, taxa de apenas 0,20%, liquidez e muita segurança, acesse: https://www.huobi.com/

O post Corretora internacional de criptomoedas vai banir Bitcoin Gold da plataforma apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

Fonte Oficial: Portal do Bitcoin.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!