Inflação medida pela Fipe em São Paulo alcança 0,41% em agosto

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) fechou o mês de agosto com avanço de 0,41%, puxado pela alta dos preços no grupo de Habitação e Gastos com Despesa Pessoais. O resultado de agosto revela uma aceleração ainda maior do que o indicador do mês de junho, que fechou em 0,23%. Os dados foram divulgados hoje (4) pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

Segundo os dados divulgados, o avanço foi puxado pelo aumento de gastos com despesas pessoais, ou seja, com recreação e cultura, artigos de higiene, serviços pessoais, além de despesas pessoais diversas com consumo, registrando 1,29% no mês de agosto contra -0,14% em julho.

Os gastos no grupo de habitação, que envolvem desde o aluguel à manutenção dos serviços do domicílio, como gastos com água/esgoto e energia, embora tenha registrado inflação menor em julho (1,12% em agosto contra 1,26% em julho), ainda puxa o aumento no índice de preços de agosto em comparação ao mês de julho.

O aumento nos grupos citados acima compensou uma queda nos grupos relacionados ao consumo de alimentos, que registrou -0,49% no mês de agosto, e nos gastos com transporte, fechando com -0,42% no último mês.

O IPC é divulgado mensalmente pela Fipe, indicando a evolução no custo de vida na capital paulista das famílias que registram renda familiar entre 1 e 10 salários mínimos.

*Estagiário sob a supervisão de Alexssander de Paula Soares

Edição: Davi Oliveira

Fonte Oficial: EBC.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!