Governo de SP quer estender linha da CPTM até Campinas – Isto É

O governo de São Paulo quer estender a linha 7-Rubi, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), para fazê-la chegar até Campinas, município localizado a cerca de 90 quilômetros da capital. Hoje, a linha já chega até Jundiaí, a cerca de 60 quilômetros de distância.

Segundo a Secretaria de Transportes Metropolitanos, representantes do governo apresentaram um projeto nesta terça-feira, 4, durante viagem experimental em um dos trechos do futuro Trem Intercidades (TIC). “Para isso, será necessário recuperar e eletrificar parte da rede ferroviária local, utilizada hoje somente para transporte de cargas poucas vezes ao dia. Inicialmente a ideia é disponibilizar trens da CPTM entre Campinas e o centro de São Paulo em alguns horários ao longo do dia”, informou a pasta em nota.

O Executivo estadual pretende firmar convênio com a União e a Rumo Logística, concessionária do trecho da ferrovia federal, para cessão da via. “Há ainda a possibilidade de que seja feita uma parceria com a Rumo para o desenvolvimento dos projetos básico e executivo das obras de recuperação da via férrea e de energização da rede aérea. Serão cerca de 50 km de rede aérea entre Jundiaí e Campinas”, explicou a secretaria.

Viagem experimental

Na manhã desta terça, representantes do governo do Estado fizeram uma viagem experimental no trecho da ferrovia federal, entre Campinas e Louveira, onde deve passar o futuro TIC. A estrutura atenderá às cidades São Paulo, Jundiaí, Campinas e Americana, em 135 km de trilhos e nove estações.

“A estimativa inicial é de que o ramal transporte cerca de 68 mil passageiros por dia. O trem de média velocidade deve operar junto com a linha 7-Rubi da CPTM, que já vai até Jundiaí. O custo total estimado é R$ 5,4 bilhões, dos quais R$ 1,8 bilhão deve ser investido pelo governo do Estado.”

O post Governo de SP quer estender linha da CPTM até Campinas apareceu primeiro em ISTOÉ DINHEIRO.

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!