Palácio em Malta avaliado em US$ 3,5 milhões está à venda por 550 bitcoins – Portal do Bitcoin

Em Valeta, capital da República de Malta, uma mansão de 860 m² está sendo vendida por 550 bitcoins, cerca de US$ 3,5 milhões nesta data. De acordo com a CCN, o palácio será vendido apenas em BTC.

O prédio histórico também tem permissão para ser transformado em um hotel ou até mesmo em um coworking, o que tem sido comum ultimamente com os espaços abandonados na região de Malta, país com cerca de 420 mil habitantes.

Aquele que comprar a antiga mansão terá a oportunidade de reivindicar o título de ser o primeiro a comprar um propriedade em criptomoeda na emergente ‘Blockchain Island’.

A expressão, que em português significa ‘Ilha do Blockchain’, foi criada pelo secretário de Inovação Digital do Parlamento de Malta, Silvio Schembri, quando, em junho deste ano, foram votadas leis para acelerar o novo mercado no país.

De acordo com o dono do imóvel, Ian Fitzpatrick, há um grande número de pessoas de alta renda que estão olhando para Malta como um lugar para investimentos em criptomoedas. E este tipo de negócio, segundo ele, pode ser o primeiro de muitos que possam vir a acontecer.

Para concretizar a oferta, Fitzpatrick contou com a parceria de uma startup de blockchain que está se especializando nessa nova modalidade de vendas, a plataforma CryptoHomes, que após a formalização dessa venda promete ampliar o portfólio.

Dennis Avorin, um dos responsáveis pela plataforma de vendas, disse que a medida foi um grande passo para provar que as criptomoedas têm um futuro na compra de bens da mesma forma que o dinheiro comum.

“As criptomoedas vieram para ficar e queremos mostrar que elas não são apenas commodities para especuladores, mas também um meio de comprar bens imóveis”, disse Avorin.

O negócio chamou a atenção do magnata John McAfee que assim que soube da novidade — e sem perder tempo, como sempre — se manifestou no Twitter.

“Mansão maltesa vai à venda em BTC antes da conferência de Malta”, comentou o entusiasta do bitcoin.

Malta tem sido um dos países mais procurados para se estabelecer negócios relacionados ao mercado de criptomoedas e tecnologia blockchain, não só pela hospitalidade maltesa, mas também pelas leis que facilitam a vida dos investidores.

Uma das maiores exchanges do mundo, a Binance, já está empenhada em um projeto de estabelecer em Malta o primeiro banco descentralizado do mundo. A empresa também já se firmou em solo maltês após ser advertida pela Agência de Serviços Financeiros do Japão (FSA).

O novo banco será único, pois não pertencerá a uma única corporação, pessoa ou entidade. O plano é que os proprietários sejam seus próprios investidores de criptomoedas. E isso se dará através de venda de tokens.


Procurando o melhor lugar para fazer seus trades?

A Huobi, exchange líder em ativos digitais, chegou ao Brasil! Crie sua conta em menos de 1 minuto. Plataforma em português, mais de 150 altcoins, taxa de apenas 0,20%, liquidez e muita segurança, acesse: https://www.huobi.com/

O post Palácio em Malta avaliado em US$ 3,5 milhões está à venda por 550 bitcoins apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

Fonte Oficial: Portal do Bitcoin.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!