Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes

Os governos do Brasil e do Paraguai negociam a construção de três pontes – uma sobre o Rio Paraná, outra sobre o Rio Paraguai e a terceira no Mato Grosso sobre o Rio Apa. Outra preocupação dos dois países é com a segurança e o combate a ilícitos. Os assuntos fazem parte da reunião desta terça-feira (11), em Brasília, entre os ministros das Relações Exteriores brasileiro, Aloysio Nunes Ferreira, e paraguaio, Luis Alberto Castiglioni.

Castiglioni escolheu o Brasil como primeiro destino internacional, logo após sua posse, em 15 de agosto. Antes da reunião com o chanceler brasileiro, ele esteve com os governadores do Paraná e do Mato Grosso.

Na reunião que manterão, Aloysio Nunes e Castiglioni devem examinar além dos projetos de integração física e cooperação em segurança, temas de interesse mútuo das agendas regional e multilateral.

Ontem (10), o ministro paraguaio se reuniu com autoridades do Paraná. Eles trataram sobre acordos para o desenvolvimento econômico, a segurança da fronteira e a construção de pontes sobre o Rio Paraná.

Em agosto, Castiglioni foi a Campo Grande conversar com autoridades matogrossenses. Na reunião, analisaram a implementação de um corredor bioceânico que permitirá aumentar o comércio na região. Também definiram projetos culturais, artísticos e acadêmicos.

O Brasil é o principal parceiro comercial do Paraguai. Em 2017, o intercâmbio comercial foi de US$ 3,78 bilhões. O Brasil mantém, ainda, o segundo maior estoque de investimentos diretos no Paraguai, estimado em US$ 697 milhões.

Nos primeiros sete meses de 2018, a corrente de comércio alcançou US$ 2,2 bilhões, o que representa alta de 5,7% em relação ao mesmo período de 2017.

Edição: Carolina Pimentel

Fonte Oficial: EBC.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!