Furacão Florence toca a terra na costa leste dos EUA – Isto É

Polícia bloqueia parte de estrada em Wilmington, Carolina do Norte, em 13 de setembro de 2018 – AFP

O furacão Florence tocou a terra na Carolina do Norte às 7H15 locais desta sexta-feira (8H15 de Brasília), anunciou o Centro Nacional de Furacões (NHC).

Horas antes, a costa leste americana já enfrentava os efeitos do furacão Florence, que, embora rebaixado para categoria 1, ainda ameaça provocar grandes inundações e danos.

Apesar de rebaixado, o furacão provoca ventos de 150 km/h e é muito perigoso, advertiu o NHC em seu boletim das 9H00 GMT (6H00 de Brasília).

O NHC alertou para a possibilidade de “inundações com chuvas catastróficas sobre áreas da Carolinas”.

Antes de tocar em terra, Florence já provocava “tempestades e ventos com força de furacão que ameaçam a vida”.

Brock Long, diretor da Agência Federal de Administração de Emergências (FEMA), advertiu que a população deve levar o furacão a sério, apesar da queda de categoria.

Ele destacou que os moradores não devem baixar a guarda porque a velocidade do vento caiu nas últimas horas.

Na Carolina do Norte, 150.000 residências estavam sem energia elétrica, de acordo com o Serviço de Emergências.

A cidade portuária de Wilmington era afetada por fortes chuvas e violentas rajadas de vento.

Steve Goldstein, diretor da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA), indicou que o nível da água deve aumentar de 1,8 a 2,7 metros.

Os ventos também eram intensos em Myrtle Beach, na Carolina do Sul, que estava praticamente deserta.

Alguns moradores, no entanto, ignoraram as recomendações para abandonar a região. Jeff Cunningham decidiu permanecer em sua embarcação, amarrada na Marina de North Myrtle Beach.

“Durante 20 anos fiquei a cada furacão. Não vai ser muito grande”, afirmou à AFP na quinta-feira à noite.

“Tenho tudo que preciso, 200 galões (750 litros) de água, um gerador. Aqui é o melhor lugar”, completou.

Assim como em muitas outras localidades da costa, as autoridades recomendaram a saída dos moradores e um toque de recolher. Para os que não conseguiram ou não desejaram abandonar suas cidades, os governos criaram centros de refúgio.

As ordens de evacuação envolvem 1,7 milhão de pessoas na Carolina do Norte, Carolina do Sul e Virginia.

Cinco estados declararam estado de emergência: Carolina do Norte, Carolina do Sul, Geórgia, Maryland e Virgina, além da capital Washington.

Por estar próximo da costa, Florence provoca chuvas torrenciais que devem durar vários horas.

De acordo com o Serviço Nacional de Meteorologia (NWS), 4,9 milhões de pessoas devem ser afetadas por chuvas de mais de 250 mm nos próximos quatro dias.

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!