Para Theresa May, seu plano para o Brexit é a única opção – Exame

O governo May está em xeque, uma vez que não há certeza de que ela consiga aprovar seu pacto com a UE na câmara baixa do Parlamento britânico

Por Reuters

access_time 17 set 2018, 14h44

Londres – A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, disse a rebeldes de seu partido que se eles torpedearem seu acordo para o Brexit, o país sairá da União Europeia sem acordo nenhum,cenário que deixaria os britânicos muito mais pobres, segundo o Fundo Monetário Internacional (FMI).

O Reino Unido deve sair da UE em 29 de março, mas pouca coisa está clara. Ainda não existe nenhum acordo de desfiliação completo, e alguns rebeldes do Partido Conservador de May ameaçaram votar contra um pacto se ela chegar a fechar algum.

O destino do governo May e de seu plano para o Brexit está em xeque, porque não se sabe se ela teria os 320 votos necessários na Câmara dos Comuns, a câmara baixa do Parlamento britânico, para aprovar um pacto.

“Acho que a alternativa a isso será não ter um acordo”, disse May à BBC TV, acrescentando que acredita conseguir um bom acordo que o Parlamento acabará aprovando.

Sinais recentes de Bruxelas elevaram esperanças de que Reino Unido e UE se entendam e aprovem um arranjo de separação apropriado antes da saída britânica, mas os dois lados ainda estão divididos em cerca de um quinto dos assuntos.

Mas muitos líderes empresariais e investidores temem que a política frustre um acordo, lançando o Reino Unido e a UE num Brexit sem acordo que, dizem, enfraqueceria o Ocidente, semaria terror no mercado financeiro e entupiria os canais do comércio.

O prefeito de Londres, Sadiq Khan, disse no domingo que, agora que a nação enfrenta uma escolha entre um acordo do Brexit ruim e um Brexit “sem acordo” prejudicial, os eleitores deveriam ter direito a outro referendo.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!