Açúcar: Preços Seguem Subindo Com Força no Spot Paulista – Investing.com

Os preços do seguem subindo com força no mercado spot paulista. Conforme pesquisa do Cepea, a liquidez também aumentou, com um maior número de negócios sendo efetivado e envolvendo volumes mais expressivos. No início da semana passada, os preços levantados registraram uma maior dispersão, sugerindo uma tentativa de reação por parte da demanda ao aumento de preço. No fechamento da última semana, no entanto, o Indicador CEPEA/ESALQ (cor Icumsa de 130 até 180, mercado paulista) atingiu R$ 61,61/saca de 50 kg, o maior patamar nominal desta safra 2018/19. A média da semana (de 10 a 14 de setembro) do Indicador CEPEA/ESALQ foi de R$ 60,01/saca de 50 kg, 5,4% superior à anterior (R$ 56,94/saca de 50 kg).

ETANOL: APÓS QUATRO SEMANAS EM ALTA, PREÇO DO HIDRATADO CAI

Após quatro semanas seguidas em alta, os preços do etanol hidratado caíram na semana passada, segundo pesquisas do Cepea. Esse cenário se deve à necessidade de liberar espaço nos tanques por parte de algumas usinas, como consequência da moagem e produção recordes de etanol. Entre 10 e 14 de setembro, o Indicador CEPEA/ESALQ do etanol hidratado (estado de São Paulo) fechou a R$ 1,664/litro, queda de 1,12% frente ao da semana anterior. Já quanto ao etanol anidro, entre 10 e 14 de setembro, o Indicador CEPEA/ESALQ fechou em R$ 1,8317/litro, alta de 2,48% comparativamente ao da semana anterior. De modo geral, os volumes negociados no mercado spot foram pequenos, mas a preços mais altos, tendo em vista que estão atrelados ao valor do hidratado.

TRIGO: PREÇOS OSCILAM NO MERCADO BRASILEIRO

De acordo com pesquisas do Cepea, os preços do estão oscilando no mercado brasileiro. Nos momentos de baixa, a pressão vem do fraco ritmo de negociação envolvendo a nova safra nacional. Já os momentos de alta se devem à posição firme de vendedores que ainda detêm lotes remanescentes. No balanço da semana, no entanto, os valores registraram queda. Em relação às cotações do farelo e da farinha, conforme levantamento do Cepea, subiram. No caso do farelo, a demanda por parte da pecuária segue sustentando os valores, enquanto para as farinhas, as valorizações se devem ao ligeiro aumento no ritmo de negócios.

BATATA: AUMENTO DA TEMPERATURA PREJUDICA QUALIDADE EM ALGUMAS REGIÕES

A qualidade da batata ágata especial está sendo prejudicada pelo aumento da temperatura em muitas regiões produtoras acompanhadas pelo Cepea. As mais afetadas, segundo colaboradores do Cepea, são as lavouras de Vargem Grande do Sul (SP), Sul e Cerrado Mineiro, pois apresentam escurecimento da pele. Já no Sudoeste Paulista, produtores consultados pelo Cepea relatam que o clima é benéfico, auxiliando na qualidade da batata. Em Cristalina (GO), por sua vez, por apresentarem tamanho e pele nos padrões desejáveis, os preços normalmente são mais elevados. Nesse cenário, os preços tiveram queda de 2,5% entre 10 e 14 de setembro, indo a R$ 38,96/sc de 50 kg no dia 14.

Fonte Oficial: Investing.com.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!