Bolsas da Ásia fecham em alta após baixas recentes, deixando tarifas em 2º plano – Isto É

As bolsas asiáticas chegaram a mostrar mais fraqueza no início do pregão, mas fecharam na maioria em alta, com investidores em geral dando pouca importância ao anúncio do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de que uma nova rodada de tarifas sobre produtos chineses entrará em vigor na próxima semana. Nesta madrugada, o governo chinês já disse que pretende retaliar. Algumas praças se recuperaram após quedas recentes, com Xangai e Tóquio registrando altas superiores a 1%.

A Bolsa de Xangai fechou com ganho de 1,82%, em 2.699,95 pontos, e a de Shenzhen, de menor abrangência, subiu 1,68%, a 1.467,99 pontos. Xangai se recuperou após recuar em 12 das últimas 15 sessões, depois de atingir na segunda-feira patamar próximo à mínima de fechamento em quatro anos. A Bolsa de Xangai chegou a oscilar durante o pregão, mas ganhou força nas horas finais.

Em Hong Kong, o índice Hang Seng avançou 0,56%, a 27.084,66 pontos, apoiado pelos ganhos da China e também com recuperação após quedas recentes. O setor financeiro puxou Hong Kong para cima, com as seguradoras AIA Group e Ping An Insurance ambas em alta superior a 1%. Já Tencent recuou 0,4%.

Na Bolsa de Tóquio, o índice Nikkei fechou com ganho de 1,41%, em 23.420,54 pontos. Segundo a gestora de ativos Shinkin Asset Management, as tarifas dos EUA contra a China vieram como esperado, a economia global mostra solidez e os balanços em geral têm sido positivos, o que se reflete nos preços das ações. Papéis de companhias siderúrgicas, aéreas e seguradoras se saíram bem hoje.

Na Coreia do Sul, o índice Kospi subiu 0,26%, a 2.308,98 pontos na Bolsa de Seul, recuperando-se da queda de ontem. Samsung e Hynix avançaram ambas cerca de 1%.

Já em Taiwan, o índice Taiex teve baixa de 0,63%, a 10.760,21 pontos. A queda no índice Nasdaq ontem em Nova York pressionou ações do setor de tecnologia na praça local. Taiwan Semi caiu 1,4% e Largen teve baixa de 10%, o limite diário. Fornecedora da Apple, Hon Hai caiu 2,6%.

Na Oceania, na Bolsa de Sydney o índice S&P/ASX 200 teve baixa de 0,38%, a 6.161,50 pontos. Entre os papéis mais negociados, Pancontinental Oil & Gas caiu 12,50% e Telstra recuou 0,93%.

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!