Iuan recua com intensificação de disputas comerciais; expectativa de estímulo impulsiona índices chineses Por Reuters – Investing.com

© Reuters. Investidores observam dados de ações em casa de corretagem em Xangai, na China

XANGAI (Reuters) – O iuan recuou nesta terça-feira depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que Washington vai impor tarifas sobre mais 200 bilhões de dólares em importações chinesas, provocando forte repreensão e com declarações de Pequim de que será obrigada a retaliar.

A intensificação das disputas comerciais entre as duas maiores economias mundiais causou alguma agitação nas ações chinesas no início do pregão.

No entanto, os índices acionários se recuperar à tarde e fecharam em alta depois que Pequim prometeu revidar. Os ganhos nos papéis de infraestrutura sustentaram o mercado, com alguns investidores apostando que a China aumentará o investimento em estradas e pontes para compensar o impacto da última rodada de tarifas de Trump, grande parte da qual já foi precificada pelos mercados.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e , avançou 2 por cento, enquanto o índice de Xangai teve alta de 1,82 por cento.

Na segunda-feira, Trump impôs tarifas de 10 por cento sobre cerca de 200 bilhões de dólares em importações chinesas e ameaçou tarifar mais 267 bilhões de dólares em produtos se a China retaliar.

O Ministério do Comércio da China respondeu em comunicado que Pequim não tem escolha senão reagir e que espera que os Estados Unidos “corrijam” seu comportamento.

O iuan no exterior caiu de 6,8635 por quando comunicado do ministério foi publicado para a mínima de 6,8730 por dólar.

“As novas medidas dos EUA estão totalmente dentro das expectativas”, disse Wen Feng, gerente de investimento da casa de hedge fund Shanghai V-Invest Co Ltd.

. Em TÓQUIO, o índice avançou 1,41 por cento, a 23.420 pontos.

. Em HONG KONG, o índice subiu 0,56 por cento, a 27.084 pontos.

. Em XANGAI, o índice ganhou 1,82 por cento, a 2.699 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 2,01 por cento, a 3.269 pontos.

. Em SEUL, o índice teve valorização de 0,26 por cento, a 2.308 pontos.

. Em TAIWAN, o índice registrou baixa de 0,63 por cento, a 10.760 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice desvalorizou-se 0,07 por cento, a 3.139 pontos.

. Em SYDNEY o índice recuou 0,38 por cento, a 6.161 pontos.

Fonte Oficial: Investing.com.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!