Esperamos acordo mais rápido possível com a Argentina, diz FMI – Exame

Washington – O Fundo Monetário Internacional (FMI) quer concluir as negociações com autoridades da Argentina “o mais rápido possível” para chegar a uma nova versão do acordo de ajuda à administração de Mauricio Macri, afirmou um porta-voz do Fundo nesta quinta-feira. Tem havido progressos no diálogo no nível dos funcionários, acrescentou o porta-voz, Gerry Rice, em entrevista coletiva em Washington.

Segundo ele, há a impressão de um “senso de urgência” nessas conversas. A Argentina negociou um pacote de US$ 50 bilhões com o FMI em junho, depois que uma onda de vendas de pesos levou investidores a se preocupar sobre a capacidade do país de atender seus compromissos de dívida. Macri pediu ajuda ao FMI para acelerar os desembolsos do acordo, após o peso recuar novamente com força ante o dólar em agosto.

O ministro das Finanças argentino, Nicolás Dujovne, anunciou uma série de medidas de austeridade no início de setembro para acalmar os mercados, então voou para Washington para começar o novo diálogo com o FMI. Macri e a diretora-gerente do Fundo, Christine Lagarde, se reuniram recentemente, mas não há uma reunião prevista sobre o assunto do conselho do FMI, disse Rice.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!