Exchange japonesa de criptomoedas hackeada vende ações para pagar clientes – Portal do Bitcoin

A Tech Bureau Inc, responsável pela exchange de criptomoedas Zaif, que anunciou ter sido vítima de roubo no valor de R$ 246 milhões na noite de quarta-feira (20), vai vender parte de suas ações para a Fisco Digital Asset Group como início do plano de recuperação.

De acordo com um comunicado de imprensa no PR Times nesta quinta-feira (20), além da nova parceira, a empresa sediada em Osaka, no Japão, também deve demitir funcionários de alta hierarquia, como diretores e auditores corporativos.

A Fisco, listada na bolsa JASDAQ, deve investir 5 bilhões de ienes (US$ 44,5 milhões) em troca de participação majoritária e ajudará a Zaif a cobrir os criptoativos perdidos dos clientes. A exchange é 85ª maior bolsa de criptomoedas em termos de volume de transações, segundo o CoinMarketCap.

Como foi o roubo

A Zaif revelou que teve seu sistema invadido por cerca de duas horas (entre 17:00 e 19:00, horário local) no dia 14 de setembro, mas só detectou problemas três dias depois (17) e confirmou o roubo no dia seguinte (18), notificando as autoridades e suspendendo depósitos e serviços de retirada.

Os hackers conseguiram violar os endereços quentes (hot wallets) da bolsa e roubaram 5.966 bitcoins (BTC), além de quantias em bitcoin cash (BCH) e Monacoin (MONA). Porém, como as investigações ainda estão em andamento, esses números podem sofrer alterações.

O prejuízo com o cibercrime até o momento é estimado em 6,7 bilhões de ienes, equivalentes a R$ 246 milhões. Desses 6,7 bilhões, 4,5 bi seriam de clientes e o restante da própria Zaif.

Já tinha sido alertada pelas autoridades

A Zaif foi uma entre as seis exchanges licenciadas de criptomoedas que receberam uma ordem de melhoria de negócios da Agência de Serviços Financeiros do Japão (FSA) há três meses.

Na semana passada, a FSA revelou que espera mais de 160 pedidos de empresas que desejam lançar bolsas de criptomoedas em um mercado regulado, segundo a CCN.

O incidente com a Zaif pode ser uma grande implicação para o setor de criptomoedas no Japão, já que os reguladores têm pressionado as exchanges locais a se regularizarem às normas impostas após o roubo bilionário da Coincheck em janeiro.

Já houve falha antes

No início deste ano, a Zaif admitiu uma falha no sistema que permitiu aos usuários adquirir temporariamente trilhões de dólares em Bitcoin (BTC) gratuitamente.

À medida que os clientes mal intencionados perceberam a situação, alguns tentaram aproveitar ao máximo a janela de 20 minutos para pegar moedas gratuitas.

Um deles chegou a colocar uma ordem de compra no valor de 2.200 trilhões de ienes (US$ 20 trilhões), tentando sacar logo em seguida.

Descoberta a falha, a empresa cancelou as transações, corrigiu os saldos dos usuários e impossibilitou a continuidade da fraude.


Compre Bitcoin no Celular

A BitcoinTrade é a melhor plataforma para operar criptomoedas do Brasil.
Compre Bitcoin, Ethereum e Litecoin com segurança e liquidez, diretamente pelo app.
Baixe agora e aproveite, acesse: www.bitcointrade.com.br

O post Exchange japonesa de criptomoedas hackeada vende ações para pagar clientes apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

Fonte Oficial: Portal do Bitcoin.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!