Proposta de Paulo Guedes faz Bolsonaro cair em contradição, diz Ciro Gomes – Isto É

O candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, afirmou que a proposta do assessor econômico de Jair Bolsonaro, Paulo Guedes, sobre a criação de um tributo semelhante à CPMF e a unificação das alíquotas de Imposto de Renda faz com que o concorrente do PSL caia em contradição.

“Ele (Bolsonaro) tem dito toda hora que vai diminuir os impostos e hoje anunciou-se com caráter oficial, com o Paulo Guedes, que vai fazer a unificação das alíquotas do Imposto de Renda. Isso vai fazer com que toda a classe média pague muito mais imposto do que paga e vai acabar diminuindo a dos mais ricos, que hoje pagam 27,5% e depois vão pagar 20%. Mais grave, tá falando em criar impostos e propondo a recriação da CPMF. Isso é uma contradição muito grave”, afirmou o candidato do PDT.

A declaração foi feita em evento de perguntas e respostas realizado pelo Twitter . Mais cedo, em ato com sindicalistas na capital paulista, o candidato do PDT havia dito que a proposta de Paulo Guedes “é a cara do fascismo”.

Ao responder às perguntas de usuários do Twitter, Ciro disse que “existe na turma do Bolsonaro uma turma de nazistas”. “Tem gente deles que são ricos, brancos, andam carro blindado e tão pouco se lixando para o futuro do Brasil”, disse. “Mas tem uma outra parte de jovens, da classe média, de gente pobre com medo da violência que o apoia. A essas pessoas eu digo que vocês (apoiadores) tem de ter paciência. Mostre para eles que a ideia dele é vazia”, afirmou.

Ciro se comprometeu ainda em “repartir o poder” com mulheres, caso seja eleito. “Este é um gol que fiz no Ceará e que quero repetir na Presidência da República”, disse.


Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!