“É quase impossível o Bitcoin não atingir US$ 10 mil até o final do ano”, diz bilionário americano – Portal do Bitcoin

O bilionário investidor americano Mike Novogratz, ex-gerente de fundos hedge e hoje CEO do banco de criptomoedas Galaxy Digital, disse em entrevista ao Fast Money da CNBC que é quase impossível o Bitcoin não atingir US$ 10 mil até o final do ano.

Muitos defensores do mercado de criptomoedas têm afirmado que a nova economia está à beira de seu próximo ciclo de crescimento exponencial, pensamento que Novogratz já tem compartilhado há muito tempo.

Novogratz chamou a atenção para o fato de que as instituições ainda estão “lentamente se preparando para estar neste mercado” e que são estas prováveis adoções que vão ‘empurrar’ o Bitcoin para cima.

Ele lembrou que ainda há uma quantidade significativa de projetos adormecidos que quando vierem a ser executados vão causar grande impacto positivo no mercado de criptomoedas.

Ele citou o ICO do Telegram como exemplo, que arrecadou US$ 1,7 bilhão, cujo projeto pode estar sendo executado silenciosamente.

Além disso, o CEO da Galaxy Digital explicou que instituições financeiras como Goldman Sachs e ICE (Intercontinental Exchange) têm se mobilizado em projetos disruptivos para facilitar a adoção global de criptomoedas, reportou sobre o assunto o News BTC.

“É também um mercado em alta nas instituições que estão construindo infraestruturas necessárias para que os investidores possam começar a investir neste mercado [de criptomoedas]… Eu acho que dentro de três a seis meses haverá um sinal bem claro dessas grandes instituições e de grandes fundos para que as pessoas invistam no novo mercado”, avaliou Novogratz.

Falando da previsão de 30% de alta do bitcoin até o final do ano, o investidor, que ficou famoso por ter 20% de seu patrimônio em criptomoedas, destacou que ainda existem resistências importantes, como US$ 6.800 e US$ 8.800 para que o criptoativo alcance os US$ 10.000.

FOMO

Novogratz disse que teve conhecimento, sem citar o nome, que “um player dos mais influentes do mundo” fez investimento em um “fundo Bitcoin” e que quando isso vier à tona oficialmente, a notícia pode desencadear um FOMO (sigla em inglês para ‘medo de perder’) institucional, na mesma proporção do ano passado, quando o Bitcoin quase alcançou os US$ 20 mil.

Sobre o Bitcoin, particularmente, o empresário disse que a maior das criptomoedas é a ‘queridinha’ das instituições porque já provou ser uma grande reserva de valor e com maiores recursos que o próprio ouro.

Recentemente, Novogratz também comparou o clima atual das ações de cannabis com o Bitcoin e o Ethereum em 2017. O empresário está otimista sobre o setor a longo prazo e previu:

“Os preços das ações de maconha hoje parecem o bitcoin e ethereum em dezembro do ano passado”, prevendo que o mercado cresça “com relativa rapidez”, reportou a CNBC.

Ultimamente, referências à “cannabis” em artigos e notícias representaram quase o dobro das menções às criptomoedas, mostrando uma nova onda de investimentos em empresas do setor, conforme publicação do Época Negócios.

O site também lembrou que há cinco anos, apenas dois países havia legalizado a venda da maconha, seja para fins medicinais ou recreativo e que hoje esse número cresceu para 27. Isso, consequentemente, aumenta o potencial de mercado das empresas do setor.

Foi o que aconteceu com os criadores da Tilray Inc. (cuja sigla da ação é TLRY na NASDAQ). Brendan Kennedy, Michael Blue e Christian Groh se tornaram os mais novos bilionários do mundo com a companhia de maconha medicinal canadense que hoje vale US$ 21 bilhões.


Procurando o melhor lugar para fazer seus trades?

A Huobi, exchange líder em ativos digitais, chegou ao Brasil! Crie sua conta em menos de 1 minuto. Plataforma em português, mais de 150 altcoins, taxa de apenas 0,20%, liquidez e muita segurança, acesse: https://www.huobi.com/

O post “É quase impossível o Bitcoin não atingir US$ 10 mil até o final do ano”, diz bilionário americano apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

Fonte Oficial: Portal do Bitcoin.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!