ANP fiscaliza postos revendedores flutuantes no Amazonas

Para detectar adulterações e irregularidades nos combustíveis fornecidos a embarcações, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) está realizando esta semana, em Manaus (AM), uma força-tarefa para fiscalizar postos revendedores flutuantes nos rios da região.

A ação ocorre em parceria com a Capitania dos Portos, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) e Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam). Na segunda-feira (24), foram fiscalizados quatro pontões (postos revendedores flutuantes).

Segundo nota divulgada pela ANP, em um dos postos flutuantes foi constatada gasolina com teor de etanol anidro em desacordo com o percentual autorizado, que é de 27%. O estabelecimento foi autuado e o tanque de armazenamento e o bico fornecedor foram interditados.

Outro pontão, que também revendia gás de botijão (GLP), teve o seu segmento de GLP autuado e notificado “em virtude do não atendimento a requisitos de segurança”.

Uma embarcação de transporte de combustível foi apreendida pela capitania, por irregularidades na documentação e requisitos de segurança.

Segundo a ANP, o foco principal da atuação é o combate ao comércio irregular do diesel rodoviário, em substituição ao óleo diesel marítimo, em postos flutuantes.

Os agentes de mercado autuados/interditados pela ANP estão sujeitos a penalidades.

Eles estão também sujeitos a multas, que podem chegar a R$ 5 milhões. A ANP ressalta que os agentes autuados e/ou interditados possuem, assegurado pela lei, “direito ao contraditório e à ampla defesa”.

Edição: Kleber Sampaio

Fonte Oficial: EBC.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!