Empresário amazonense vai presidir a CNC a partir de novembro

O empresário José Roberto Tadros foi eleito nesta quinta-feira (27) presidente da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Ele foi escolhido por 24 votos a 4 para comandar a instituição por um mandato de quatro anos, a partir do próximo dia 19 de novembro.

O empresário vai assumir o lugar do atual presidente, Antônio Oliveira Santos, que presidia a entidade desde 1980. Além de Tadros, tomarão posse em novembro todos os integrantes da nova diretoria.

O novo presidente já fazia parte da atual administração como um dos vice-presidentes da CNC. Nascido em Manaus, ele também preside a Fecomércio do Amazonas. Após ser eleito, Tadros disse que irá propor medidas concretas para que a instituição trabalhe de forma “assertiva” no desenvolvimento do Brasil por meio de um comércio mais fortalecido.

“Vamos dar sequência ao projeto de modernização, permitindo consolidar os avanços conquistados pela CNC e ampliar sua força e relevância”, afirmou o empresário. Ele acrescentou que pretende aumentar a presença da confederação no cenário nacional.

Criada em 1945, a CNC agrega sindicatos que representam cinco milhões de empresas de comércio no Brasil. À frente do órgão, Tadros será responsável por coordenar o trabalho de 34 federações do Comércio, do Serviço Social do Comércio (Sesc) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). Juntas, as federações agrupam mais de mil sindicatos empresariais de diversos setores, responsáveis por 25 milhões de empregos diretos e formais.

Formado em direito pela Universidade do Amazonas, José Roberto Tadros tem 72 anos e atua como empresário do setor terciário desde a década de 1970. Autor de livros, ele é membro da Academia Amazonense de Letras, do Instituto Geográfico e Histórico do Amazonas e da Academia de Ciências, Artes e Letras do Amazonas.

Edição: Davi Oliveira

Fonte Oficial: EBC.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!