“Criptomoedas são a evolução natural do dinheiro”, diz cofundador do Ethereum – Portal do Bitcoin

“Joseph Lubin, um dos fundadores do Ethereum, disse que as criptomoedas são a evolução natural do dinheiro e argumentou sobre assunto em um artigo publicado na última terça-feira (25) pelo site Quartz.

Lubin inicia o texto falando sobre a desconfiança das pessoas sobre novos produtos e conceitos que aparecem conforme a tecnologia avança.

“Toda vez que alguém cria uma nova representação para gerenciar o mundo físico, as pessoas ficam desconfiadas”.

Ele citou um fato histórico do mercador e explorador italiano Marco Polo, um dos primeiros europeus a testemunhar uma invenção que permanece na base da economia até hoje, o papel-moeda:

“Retornando de uma de suas viagens, Marco Polo contou que os chineses estavam usando dinheiro de papel e não em metal. Intrigado ele se questionou de como pedaços de papel poderiam ser iguais a uma galinha, ou se era algum tipo de feitiçaria”.

Com este exemplo, Lubin afirmou que a sociedade sempre foi cética em relação àqueles que inventaram novos conceitos de dinheiro, como no momento, com a invenção das criptomoedas e sua crescente adoção em todo o mundo.

“Criptomoeda é, em muitos aspectos, uma evolução natural dos sistemas representacionais anteriores, embora um que favoreça a verdade sobre o poder sancionado pelo Estado”, conceituou Lubin.

O cofundador do Ethereum observou que grande parte da Europa demorou para adotar novos modelos físicos de dinheiro no passado, assim como no presente, com o dinheiro digital. Até mesmo o telegrama quando surgiu foi visto com ceticismo pelas pessoas.

Ele caracterizou as criptomoedas como “versão século 21 para o inconsistente papel-moeda”, exemplificando que sua condição descentralizada e aberta está em contraste com os “sistemas de propriedade administrados pelo governo e instituições que o seguiram”.

Criptomoedas e volatilidade

O uso de criptomoedas poderia levar a melhores distribuições de riqueza graças ao poder das redes descentralizadas, enfatizou Lubin, acrescentando fatos recentes de refugiados que estão tendo a chance de reestruturar suas vidas por meio das criptomoedas e do blockchain.

Lubin acredita que o novo sistema financeiro virá por meio das novas plataformas que estão surgindo e que elas serão a base para as “relações coletivas em comum”, substituindo um sistema adversário formado por corporações e clientes.

Recentemente, falando sobre a volatilidade no mercado de criptomoedas, Lubin disse que não via as quedas nos preços das criptomoedas como algo que importasse no longo prazo e que “as bolhas do bitcoin eram irrelevantes”, pois desde o nascimento do BTC, em 2009, o colapso nos preços é algo normal.

Atualmente  o cofundador do Ethereum trabalha com a ConsenSys, uma organização que ajuda startups a construir projetos através da rede Ethereum. Ele explicou que conforme bolhas foram aparecendo aumentou o número de desenvolvedores desde o início do ano.

A ConsenSys tem 1.100 funcionários e se concentra em produtos, consultoria para empresas, governos e bancos centrais e atividades do mercado de capitais.

Lubin disse que custou menos de US$ 100 milhões para manter a ConsenSys no ano passado e, neste ano, é provável que este número seja maior.

  • Acompanhe nossa página no Facebook: fb.com/portaldobitcoin
  • BitcoinTrade

    Baixe agora o aplicativo da melhor plataforma de criptomoedas do Brasil
    Cadastre-se e confira todas as novidades da ferramenta, acesse: www.bitcointrade.com.br
    Siga também o nosso Instagram com análises diárias.

O post “Criptomoedas são a evolução natural do dinheiro”, diz cofundador do Ethereum apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

Fonte Oficial: Portal do Bitcoin.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!