Trump ironiza mulher que denunciou seu candidato à Suprema Corte – Isto É

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ironizou abertamente na noite desta terça-feira Christine Blasey Ford, que acusa seu indicado à Suprema Corte, Brett Kavanaugh, de agressão sexual quando os dois eram adolescentes.

“Como ela chegou em casa? Não lembra! Como chegou lá? Não lembra! Onde era o local? Não lembra! Há quantos anos isto aconteceu? Não sabe! Não sabe e Não sabe!” – disse Trump sobre o depoimento da professora a um comitê do Senado.

“Mas tomei uma cerveja. Só me lembro disto. E a vida de um homem está despedaçada. A vida de um homem é destruída”, denunciou Trump durante um comício no Mississippi.

Michael Bromwich, advogado de Blasey Ford, reagiu à declaração de Trump qualificando o ataque de “vil e desalmado”.

Blasey Ford e outras duas mulheres acusam Kavanaugh de tê-las agredido ou assediado sexualmente quando estava bêbado, na década de 80.

Em depoimento no Senado, Kavanaugh negou com veemência as denúncias e rejeitou agressivamente que tivesse um problema com álcool na época.

O FBI abriu uma investigação, mas segundo os advogados de Blasey Ford, a polícia federal não está interrogando as testemunhas e seguindo as pistas que poderiam respaldar suas acusações de abuso sexual.

Os advogados Michael Bromwich e Debra Katz também questionaram uma aparente decisão do FBI de não interrogar Kavanaugh.

O post Trump ironiza mulher que denunciou seu candidato à Suprema Corte apareceu primeiro em ISTOÉ DINHEIRO.

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!