Fed Azeda Mercados com Discurso Hawkish – Investing.com

Após uma série de dias positivos e um “namoro” dos investidores com o Federal Reserve desde a retirada do termo “acomodatício” da ata da última reunião do FOMC, o desencanto chegou.

Com o ADP Employment superando fortemente o topo das projeções do mercado financeiro com 230.000 vagas criadas, a autoridade monetária americana vê novamente a atividade econômica prescrevendo uma política de aperto.

Esta visão Hawkish assusta os investidores na abertura dos negócios, que revertem os ganhos recentes e se combina a notícia de uma possível invasão hacker chinesa através de chips fornecidos para Apple (NASDAQ:), Amazon (NASDAQ:), entre outras, o que as empresas negam.

Neste contexto, a volatilidade impera nos ativos e o peso dos indicadores a serem divulgados amanhã, em especial o Payroll nos EUA e o IPCA no Brasil, aumenta bastante.

Localmente, os juros têm respondido bastante à questão eleitoral, talvez mais comedidamente do que ações e o , todavia, mesmo que alguns vértices da curva tentem apontar em alguns momentos, principalmente nas semanas anteriores a um aperto adicional no Brasil, a ausência de reformas e a incerteza eleitoral deve manter o BC na estabilidade.

CENÁRIO POLÍTICO
As pesquisas mais recentes se estabilizaram praticamente no cenário anterior, com avanços de Bolsonaro, tomando votos do centro e Haddad tomando votos da esquerda.

Ainda assim, o segundo turno continua praticamente no empate e a aposta dos investidores em uma conversão maior dos votos “azuis” no primeiro turno já se reflete nos ativos.

Mesmo fora do debate, como usual, os candidatos não se furtam em citar repetidamente Bolsonaro, o qual, mesmo sendo atacado e ausente, alça ao protagonismo de tais embates.

Segundo a assessoria do candidato, o mesmo deve fazer um live durante o debate e é possível inclusive que comente as citações ao seu nome.

Do lado do PT, não só Palocci, mas também Valério aparece com entrave.

CENÁRIO DE MERCADO
A abertura na Europa é negativa e os futuros NY operam em queda, com as declarações de membros do FOMC.

Na Ásia, o fechamento foi negativo, também pelo viés hawkish do Fed.

O dólar opera em queda contra a maioria das divisas, enquanto os Treasuries operam positivos em todos os vértices.

Entre as commodities metálicas, quedas, com destaque à .

O abre em queda em NY e em Londres, com a perspectiva de aumento de estoques.

O índice de volatilidade abre em alta de 10,34%.

CÂMBIO
Dólar à vista : R$ 3,9026 / -0,98 %
Euro / Dólar : US$ 1,15 / 0,166%
Dólar / Yen : ¥ 114,30 / -0,201%
Libra / Dólar : US$ 1,30 / 0,294%
Dólar Fut. (1 m) : 3908,39 / -0,58 %

JUROS FUTUROS (DI)
DI – Julho 19: 7,49 % aa (0,07%)
DI – Janeiro 20: 8,16 % aa (-0,24%)
DI – Janeiro 21: 9,34 % aa (-0,53%)
DI – Janeiro 25: 11,33 % aa (-0,87%)

BOLSAS DE VALORES
FECHAMENTO
: 2,04% / 83.273 pontos
: 0,20% / 26.828 pontos
: 0,32% / 8.025 pontos

: -0,56% / 23.976 pontos
: -1,73% / 26.624 pontos
: 0,49% / 6.176 pontos

ABERTURA
: -0,121% / 12272,76 pontos
: -0,977% / 5437,77 pontos
FTSE: -1,009% / 7434,50 pontos

Ibov. Fut.: -0,19% / 83466,00 pontos
S&P Fut.: -0,423% / 2919,20 pontos
Nasdaq Fut.: -0,479% / 7628,00 pontos

COMMODITIES
Índice Bloomberg: 0,13% / 87,70 ptos

Petróleo WTI: -0,08% / $76,35
:-0,22% / $86,10

: 0,15% / $1.199,10
: 0,35% / $69,08

: -0,47% / $16,12
: 0,27% / $365,50
: -0,42% / $105,95
: -0,65% / $12,15

Fonte Oficial: Investing.com.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!