Nasdaq poderia reduzir manipulações e fraudes no setor de criptomoedas: Bloomberg – Portal do Bitcoin

A bolsa de valores Nasdaq, que tem o segundo maior mercado de ações do mundo, pode ajudar na luta contra a manipulação e fraudes que vem afetando o setor de criptomoedas, afirmou o Bloomberg.

O site se refere ao ‘Nasdaq Market Surveillance’, um produto de soluções de segurança cibernética que o grupo apresenta como “Soluções para vigilância de mercado: O Benchmark para soluções em tempo real”.

O anúncio do produto, contudo, não trata especificamente sobre segurança para as exchanges de criptomoedas, mas é evidente que o serviço é focado no âmbito das plataformas financeiras, assim como as corretoras do setor criptoeconômico.

A Nasdaq observa que a empresa possui uma vasta experiência em lidar com as complexidades do mercado de negociação de ativos.

O grupo começou a aproximar seu produto de vigilância de empresas do setor criptoeconômico há pouco mais de dois anos, mas só no final do ano passado, no auge do Bitcoin, a demanda aumentou, diz o Bloomberg.

O serviço de vigilância já foi adquirido por mais de 50 mercados e reguladores, segundo a empresa. Inclusive pela Gemini, exchange dos irmãos Winklevoss, que implantou o serviço em abril deste ano.

O trecho de um o artigo não divulgado pelo Bloomberg, revela, segundo  o site, que os serviço da Nasdaq já atingiram grande parte do setor financeiro tradicional.

“Reguladores, corretores e bolsas têm equipes de vigilância que monitoram constantemente a atividade e tecnologias avançadas para ajudar a capturar e analisar comportamentos abusivos, incluindo esquemas de pump-and-dump, insider trading, wash trading, assim como spoofing e layering”.

Explicando melhor os termos usados no artigo da Nasdaq para indicar fraudes, seu serviço de vigilância promete combater:

‘pump-and-dump’ —  uma fraude usada para inflacionar artificialmente ações compradas a baixo custo e vendê-las depois;

‘insider trading’ — a prática do uso de informações privilegiadas;

‘wash trading’ — quando um investidor vende e compra, simultaneamente, os mesmos instrumentos financeiros para criar atividade artificial enganosa;

‘spoofing’ — quando uma pessoa ou programa se disfarça para falsificar dados;

‘layering’ — quando um operador cria uma ordem de compra que não pretende executar.

De fato, o medo de ataques cibernéticos e fraudes faz com que algumas bolsas adotem uma tecnologia de vigilância de mercado semelhante à da Nasdaq.

A demora na regulamentação também compromete o mercado de criptomoedas que sofre frequentemente com vários tipos de golpe financeiros, diz a reportagem.

Nasdaq e criptomoedas

Em abril deste ano houve rumores de que a Nasdaq poderia aderir ao mercado de criptomoedas. No entanto, é evidente que questões regulatórias impedem não só o grupo, mas muitas instituições financeiras tradicionais a entrarem no jogo.

Dentro do grupo, houve até mesmo sentimento de otimismo em relação ao novo mercado.

“Certamente com o tempo a Nasdaq consideraria se tornar também uma exchange de criptomoedas”, disse, na ocasião, Adena Friedman, a CEO da bolsa.


BitcoinTrade

Baixe agora o aplicativo da melhor plataforma de criptomoedas do Brasil
Cadastre-se e confira todas as novidades da ferramenta, acesse: www.bitcointrade.com.br

O post Nasdaq poderia reduzir manipulações e fraudes no setor de criptomoedas: Bloomberg apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

Fonte Oficial: Portal do Bitcoin.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!