Bolsonaro diz que comércio com China poderá ser ampliado em seu governo – Exame

O presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, disse nesta segunda-feira que o comércio com a China poderá até ser ampliado e que, após conversa com o embaixador chinês, ficou claro que o país asiático não quer deixar de fazer negócios com o Brasil.

Após investimentos bilionários no Brasil nos últimos anos, empresários chineses estão aguardando sinalizações de Bolsonaro para definir movimentos de investimentos, disse a Câmara Brasil-China disse à Reuters nesta segunda-feira.

Durante entrevista à TV Bandeirantes, Bolsonaro afirmou também que, nos pontos em que houver antagonismo entre ele e Sérgio Moro, anunciado como ministro da Justiça e Segurança Pública na semana passada, eles negociarão um meio termo.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!