Ilan Goldfajn felicita governo eleito pela indicação de presidente do BC – Exame

Equipe de Paulo Guedes indicou o economista Roberto Campos Neto, diretor do banco Santander, para a presidência do Banco Central

Por Estadão Conteúdo

access_time 15 nov 2018, 17h25

São Paulo – O Banco Central publicou uma nota em que o presidente Ilan Goldfajn felicita seu possível sucessor, o economista Roberto Campos Neto. No texto, Ilan também manifestou seu apoio ao projeto de autonomia da autoridade monetária e afirmou que seu afastamento do banco ocorre por motivos pessoais. “Profissional experiente e reconhecido, com ampla visão sobre o sistema financeiro e a economia nacional e internacional, Roberto Campos Neto conta com seu apoio (de Ilan) e sua confiança no futuro trabalho à frente do BC”, diz a nota.

Na tarde desta quinta-feira, 15, o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou a indicação de Campos Neto para o cargo. O economista, que hoje é diretor do Santander, ainda precisa passar por sabatina no Senado. Ilan afirmou, no comunicado, que permanecerá à frente da autoridade monetária, por pedido do próximo governo, até o nome de seu sucessor ser apreciado pelos senadores.

O atual presidente do BC disse também que continuará trabalhando para que os parlamentares aprovem o texto de autonomia do BC ainda neste ano. “A eventual aprovação da lei, com mandatos fixos e intercalados dos membros da sua diretoria (presidente e diretores), permitirá um futuro onde as transições do BC e do governo ocorram em momentos distintos, com conhecidos benefícios para a economia.”

“A atual gestão do BC tem se empenhado na aprovação da lei de autonomia com mandatos de tempo fixos, mas sempre com o intuito de valer para a próxima diretoria”, acrescentou.

Ilan ressaltou as “sinalizações recentes sobre política econômica feitas pela futura administração federal e as importantes indicações a cargos públicos na área, que visam o crescimento, com inflação baixa e estável”.

Ainda no comunicado, o presidente do BC disse que tomará as providências para garantir a “melhor transição” e que a diretoria da autoridade monetária permanecerá à disposição de Campos Neto.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!