“Bitcoin é a geração maligna da crise financeira”, diz membro do Banco Central Europeu – Portal do Bitcoin

O economista francês Benoît Cœuré, membro da comissão executiva do Banco Central Europeu (BCE), durante sua participação na conferência Economics of Payments IX que acontece em Basileia, na Suíça, nesta quinta e sexta-feira (15 e 16/11), elogiou a tecnologia blockchain, mas criticou duramente o bitcoin.

De acordo com a publicação que descreve sua fala de abertura do evento, em um trecho, o executivo diz que a tecnologia blockchain é promissora, mas o bitcoin é “a geração maligna da crise financeira”.

Cœuré, que também é presidente do Comitê de Pagamentos e Infraestrutura de Mercado do Banco de Compensações Internacionais (CPMI na sigla em inglês), abordou a crescente conscientização sobre as criptomoedas e seu uso como parte de um discurso mais amplo sobre os 10 anos de aniversário da ‘queda do Lehman’.

[Lehman Brothers, quarto maior banco de investimentos dos Estados Unidos que pediu concordata após incorrer em perdas bilionárias em decorrência da crise financeira global em 2008]

No entanto, Cœuré concorda que em termos de tecnologia financeira, “o bitcoin é uma ideia extremamente inteligente”.

“Infelizmente, nem toda ideia inteligente é uma boa ideia. São muitas as oportunidades que o blockchain pode prover, mas os problemas do bitcoin também são abundantes. Acredito que Agustín Carstens [diretor geral do BIS] tenha resumido bem quando disse que o bitcoin é “uma combinação de uma bolha, um esquema Ponzi e um desastre ambiental“, disse Cœuré.

O executivo também dissertou que, apesar dos problemas, os bancos centrais podem aproveitar a tecnologia para emitir moedas digitais apoiadas pelos bancos centrais.

Alguns bancos já têm explorado ou pelo menos estão planejando em um futuro próximo o conceito de moedas digitais dos bancos centrais, estudando como a nova tecnologia pode ser usada ​​para ajudar os sistemas monetários nacionais, observou a Coindesk.

Em particular, Cœuré disse que cerca de 57% dos bancos centrais que já estudam as moedas digitais (CBDC, do inglês Central Bank Digital Currency) veem duas aplicações principais com potencial.

A primeira, disse ele, é especificamente para transações de alto valor, como transferências interbancárias, enquanto a segunda seria mais geral, para o uso no dia a dia por consumidores.

Os bancos também estão descobrindo que existe um aspecto potencial de serviços de pagamento relacionados a remessas transnacionais.

“Há um amplo consenso de que uma CBDC, seja qual for a forma, provavelmente não será emitida na próxima década, mesmo entre os quatro bancos centrais que indicaram ter chegado ao estágio de desenvolvimento de um projeto piloto”, disse Cœuré.


BitcoinTrade

Baixe agora o aplicativo da melhor plataforma de criptomoedas do Brasil
Cadastre-se e confira todas as novidades da ferramenta, acesse: www.bitcointrade.com.br

O post “Bitcoin é a geração maligna da crise financeira”, diz membro do Banco Central Europeu apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

Fonte Oficial: Portal do Bitcoin.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!