Copacabana Palace é vendido para grupo francês

Considerado o hotel mais famoso do país e que já hospedou diversas celebridades, o Copacabana Palace foi vendido. A rede hoteleira Belmond, dona do Copacabana Palace e de mais 46 hóteis de luxo, restaurantes, trens e cruzeiros, foi vendida para o grupo francês LVMH.

Além do Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, a rede era proprietária também do Hotel das Cataratas, em Foz do Iguaçu (PR). O grupo comprador é a holding de marcas de luxo com Louis Vuitton, Guerlain, Christian Dior, Donna Karam, Moët & Chandon, Fendi, Sephora e Le Bon Marché.

Inaugurado em agosto de 1923, o Copacabana Palace foi construído pelo empresário Octávio Guinle e Francisco Castro Silva, atendendo a um pedido do então presidente Epitácio Pessoa (1919-1922), que queria um hotel luxuoso no Rio de Janeiro, então capital do país. 

Hotel Belmond Copacabana Palace – Arquivo/ Fabio Pozzebom/Agência Brasil

A compra no valor de US$ 3,25 bilhões, o equivalente a R$ 12,7 bilhões, foi anunciada na última sexta-feira (14). O negócio depende ainda da aprovação dos acionistas da empresa e de órgãos reguladores. Os investidores esperam a conclusão da transação até o fim do primeiro semestre de 2019. A data de realização da assembleia da Belmond ainda não foi definida, informou a assessoria de imprensa da rede.

Nos doze meses encerrados em 30 de setembro deste ano, a Belmond registrou receita total de US$ 572 milhões e EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado de US$ 140 milhões.

O presidente do Conselho de Administração da Belmond, Roland Hernandez, avaliou que o negócio “proporciona valor atraente e certo para nossos acionistas, bem como um caminho empolgante para a frente com um grupo que valoriza os ativos insubstituíveis e a forte equipe administrativa da Belmond”. Para Bernard Arnault, presidente do conselho da LVMH, a Belmond oferece experiências únicas para viajantes exigentes e “possui uma série de ativos excepcionais nos destinos mais desejáveis.”

Edição: Carolina Pimentel

Fonte Oficial: EBC.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!