Trump diz confiar em acordo comercial dos EUA com China – Exame

Disputa comercial entre os países já dura vários meses e afeta os mercados financeiros mundiais

Por AFP

access_time 4 jan 2019, 19h38

O presidente Donald Trump disse nesta sexta-feira confiar que Washington e Pequim vão alcançar um acordo para encerrar a disputa comercial que dura vários meses e afeta os mercados financeiros mundiais.

“Acho que conseguiremos um acordo com a China”, disse Trump na Casa Branca, indicando que as negociações com Pequim ocorrem “nos mais altos níveis”.

Com a desaceleração da economia chinesa, “realmente acho que querem” chegar a um acordo, disse à imprensa. “Acho que têm que fazer isso”, acrescentou.

Uma delegação dos Estados Unidos vai viajar a Pequim para celebrar negociações nesta segunda, mas Trump disse que ele e o líder chinês, Xi Jinping, já se comprometeram ativamente com os diálogos.

“Temos uma negociação comercial maciça em curso, a China. O presidente Xi está muito envolvido, eu também. Estamos negociando nos mais altos níveis e está indo muito bem”.

Trump e Xi concordaram, em dezembro, em interromper os ataques por três meses depois de imporem tarifas mútuas sobre bilhões de dólares em transações bilaterais, o que aumentou os temores de uma desaceleração do crescimento econômico e motivou o nervosismo dos investidores em todo o mundo.

O representante comercial adjunto dos Estados Unidos, Jeffrey Gerrish, é o encarregado de liderar a equipe que viajará para a China para as primeiras negociações cara a cara, que incluirão também funcionários dos departamentos da Fazenda, do Comércio e da Agricultura.

Os setores industriais dos dois países foram afetados pela disputa comercial, e as ações da Apple caíram acentuadamente depois de relatar uma “desaceleração econômica” acima do esperado no último trimestre na China, um dos maiores mercados no exterior.

Trump disse que pediu para o CEO da Apple, Tim Cook, “produzir seu produto nos Estados Unidos” em vez de na China.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!