Paulo Guedes delega competências a secretários – Exame

Brasília – O ministro da Economia, Paulo Guedes, delegou ao secretário especial da Fazenda e ao secretário especial de Desestatização e Desinvestimento competências para tomar algumas decisões em empresas estatais.

Em portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, 10, Guedes repassa ao secretário especial da Fazenda, por exemplo, a atribuição de “orientar o voto da União a ser proferido por Procurador da Fazenda Nacional em assembleias de acionistas e ou cotistas, com relação às empresas públicas e sociedades de economia mista controladas diretamente pela União, bem como às empresas nas quais a União possui participação minoritária, inclusive nas empresas em que a União detém ação de classe especial (Golden Share) e fundos financeiros nos quais a União seja cotista”.

Além disso, o secretário especial da Fazenda e o de Desestatização e Desinvestimento poderão indicar, em ato conjunto, representantes para compor os conselhos de Administração e Fiscal das empresas estatais.

Na quarta-feira, Guedes já havia editado outra portaria também para delegar algumas de suas atribuições ao secretário executivo da pasta, ao secretario executivo adjunto e ao secretario especial da Receita Federal.

A descentralização de tarefas envolve questões administrativas e de gestão, como definição de equipes, nomeação, cessão ou dispensa de agentes públicos.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!