O que pesou (e o que aliviou) no bolso do brasileiro em 2018 – Exame

São Paulo – Tomate, cebola e gás estão cada vez mais caros, mas o alho e o seguro do carro até que estão mais em conta.

Este é o cenário que surge dos números da inflação fechada de 2018, divulgados nesta sexta-feira (10) pelo IBGE. No balanço geral, a taxa anual ficou em 3,75%.

É um pouco mais do que no ano anterior, mas ainda confortavelmente dentro da meta do governo – que era de 4,5%, com tolerância de 1,5 ponto percentual para baixo (3%) ou para cima (6%).

Mas quem costuma ir ao supermercado ou usa determinados serviços sabe que o bolso pesou com alguns gastos específicos como plano de saúde e a energia elétrica. Veja os números:

8 alimentos que subiram dois dígitos no ano:

Variação em 2017 Alta em 2018
Tomate -4,23% 71,76%
Cebola -0,72% 36,71%
Batata-inglesa -3,91% 23,76%
Farinha de trigo -11,53% 18,10%
Frutas -16,52% 14,10%
Cenoura 18,24% 12,59%
Hortaliças 0,88% 10,79%
Macarrão -2,90% 10,53%

 

E 4 quedas relevantes na mesma categoria:

Variação em 2017 Queda em 2018
Feijão fradinho -32,42% -16,73%
Farinha de mandioca -3,93% -13,26%
Alho -22,50% -10,81%
Café moído 6,59% -8,22%

Alguns itens não-alimentícios também tiveram forte alta:

Variação em 2017 Queda em 2018
Gás veicular 8,19% 22,18%
Passagem aérea 3,09% 16,02%
Plano de saúde 13,53% 11,17%
Tinta 3,01% 9,20%
Energia elétrica residencial 10,35% 8,70%
Ônibus interestadual -0,36% 8,47%

Enquanto outros da mesma categoria tiveram uma queda relevante:

Variação em 2017 Queda em 2018
Seguro de veículo 7,19% -8,86%
Aparelho telefônico -6,59% -4,29%
Higiene pessoal 1,77% -3,22%

Mas em sempre os itens que mais encareceram são aqueles que fazem maior pressão na inflação. Isso porque a tinta, por exemplo, não é tão central para as famílias quanto a energia elétrica.

Veja quais foram as 6 maiores pressões sobre a inflação no ano:

Alta em 2017 Impacto em 2017 Alta em 2018 Impacto em 2018
Plano de saúde 13,53% 0,48 p.p. 11,17 0,44 p.p.
Energia elétrica residencial 10,35% 0,35 p.p. 8,70 0,31 p.p.
Gasolina 10,32% 0,41 p.p 7,24 0,31 p.p.
Cursos regulares 8,37% 0,25 p.p. 5,68 0,18 p.p.
Ônibus urbano 4,04% 0,11 p.p. 6,32 0,17 p.p.
Empregado doméstico 6,47% 0,27 p.p. 3,84 0,17 p.p.

 

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!