Bolsonaro recebe embaixador da Bolívia, diz Itamaraty – Isto É

Após a Bolívia prender e deportar o italiano Cesare Battisti, que havia fugido do Brasil em dezembro para escapar da extradição para a Itália, o presidente Jair Bolsonaro recebeu nesta segunda-feira, 14, no Palácio do Planalto, o embaixador boliviano José Kinn Franco, em audiência com o chanceler Ernesto Araújo.

A reunião foi confirmada pelo Ministério das Relações Exteriores, embora não constasse na agenda do presidente. O governo não detalhou o teor da conversa.

Bolsonaro também conversou por telefone com o vice-premiê italiano, Matteo Salvini. O ministro das Relações Exteriores e assessores de Bolsonaro acompanharam o telefonema. Salvini agradeceu a ajuda do Brasil no caso e disse que pretende estreitar laços com o Brasil, assim como a amizade com Bolsonaro.

Almoço

A agenda de Ernesto Araújo previa um almoço no Ministério da Defesa, com o ministro Fernando Azevedo e Silva, os comandantes das Forças Armadas, e os embaixadores no Brasil da Bolívia e da Itália. Bolsonaro foi ao almoço de última hora, mas os diplomatas não compareceram. Os ministros Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública) estavam presentes. Nenhum deles quis dar entrevista.

O post Bolsonaro recebe embaixador da Bolívia, diz Itamaraty apareceu primeiro em ISTOÉ DINHEIRO.

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!