Merkel vê multilateralismo na UE como essencial para enfrentar populistas – Exame

São Paulo – A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, usou seu discurso no Fórum Econômico Mundial, na cidade suíça de Davos, para fazer uma defesa enfática da cooperação global ao dizer que é “essencial” haver um “compromisso claro” com o multilateralismo. Esse conceito, segundo a democrata-cristã, deve ser usado para fortalecer a União Europeia internamente e se contrapor a movimentos populistas e nacionalistas, que cada vez mais vêm crescendo na região.

O bloco deve “se manter de pé” contra esses grupos, afirmou Merkel. E reforçou que o futuro dos alemães “tem de ser dentro da União Europeia”, em resposta a declarações de lideranças do partido Alternativa para a Alemanha (AfD) que este ano passaram a defender uma separação análoga ao Brexit se as reformas que demandam nos campos fiscal e migratório não forem aprovadas em Bruxelas.

Sobre a saída do Reino Unido do bloco em si, a chanceler alegou dedicar todos os seus esforços para ver o Brexit transcorrer de forma ordenada e afirmou que “quanto mais simplificada for a convivência” com os britânicos após o divórcio, “melhor”.

Em relação às cisões internas da União Europeia, Merkel reconheceu as dificuldades de encontrar posições comuns para lidar com desafios econômicos, comerciais e políticos representados pelos Estados Unidos ou pela China, mas insistiu ser necessário que os Estados-membros do bloco encontrem esse consenso.

Fonte Oficial: Exame.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!