Discurso Liberal de Guedes Anima Mercado e Ibovespa Bate Novo Recorde – Investing.com

Bom dia Investidores,

Ontem o ministro da Economia Paulo Guedes mandou bem no discurso e ajudou a impulsionar o para fechar em 96.558 pontos, com uma alta de 1,53%, renovando mais uma vez no ano, sua máxima histórica. O giro financeiro foi de R$ 14,4 bilhões.

Foram muitos os destaques na bolsa brasileira ontem, posso começar destacando a alta da Kroton(SA:) que subiu 7,33%, pois apresentou para os analistas e investidores, as projeções de resultado para os próximos anos, que foram considerados positivos, confiando em uma empresa mais eficiente e positiva em todos os indicadores.

As ações da B3(B3SA3 (SA:)) subiram 4,67%, com a perspectiva de que investidores estrangeiros passem a olhar o Brasil como a “bola da vez” para 2019. Muitos analistas projetam a bolsa acima de 100.000 pontos, impulsionando as ações da B3.

Mesmo com a queda do preço do barril de , as ações da Petrobrás tiveram um dia positivo, com as ações PN(PETR4 (SA:)) subindo 1,19% e as ações ON(PETR3 (SA:)) subiram 1,04%, com a perspectiva de votação da cessão onerosa para 3º trimestre, confirmada pelo ministro Onyx Lorenzoni, que deve arrecadar R$ 100 bilhões.

As ações da Vale(VALE3 (SA:)) também subiram, impulsionadas pela China, que prometeram ampliar os gastos fiscais esse ano, com foco no corte de impostos para as pequenas empresas, sendo mais uma medida para estimular a economia. Com isso as ações da Vale subiram 1,03%.

O dia foi bastante positivo também para os bancos, que voltaram a subir depois de algumas sessões de baixa. As ações do Bradesco(SA:) subiram 1,71%, do Itaú(SA:) subiram 0,67%, do Santander(SA:) subiram 3,21% e do Banco do Brasil(SA:) subiram 2,07%, com a perspectiva de PIB forte para o Brasil nesse ano e nos próximos.

Já o , depois de seis altas consecutivas, voltou a cair, a queda foi de 1,08%, fechando em R$ 3,76, com os investidores confiando na reforma da previdência de Bolsonaro. O Euro caiu 0,55% e fechou cotada em R$ 4,30.

Enquanto isso os DIs tiveram um dia de queda em todas as curvas, com o DI jan 2021 fechando em 7,20% e o DI jan 2025 caindo para 8,79%.

Ontem saiu o dado mais importante da semana, o IPCA-15, que veio abaixo do esperado, com alta de 0,30%, sendo o fechamento mais baixo para o mês em 25 anos. Já a agenda de hoje será fraca, apenas com os dados de arrecadação federal em dezembro.

Esse otimismo com a bolsa, foi justificado pelo discurso liberal adotado por Guedes e Bolsonaro ontem em Davos, que era o que os investidores queriam ouvir. Guedes confirmou que a reforma da previdência é prioridade número 1, além disso, o ministro reafirmou o compromisso de zerar o déficit público esse ano, com cortes de subsídios e privatizações, o que animou bastante o mercado.
Lembrando que amanhã é feriado na cidade de São Paulo, por isso a bolsa estará fechada.

Indo para os Estados Unidos, o dia foi de alta, com o subindo 0,70%, o subindo 0,22% e o subindo 0,08%. Essa alta foi motivada pelos estímulos vindos da China e com a fala de Kevin Hassett, principal economista da Casa Branca, que expressou otimismo sobre um entendimento com a China até 01/03, quando as tarifas sobre a importação de produtos chineses sobem de 10% para 25%.

Já o shutdown preocupa a economia, a ponto dos bancos começaram a cortar projeções de crescimento para 2019, como por exemplo o Barclays (LON:), que diminuiu de 3% de crescimento para 2,5%.

Na agenda norte-americana, vamos ter o PMI, que é um índice elaborado pela Markit considerado um indicador chave de referência para medir negócios e condições econômicas. Os maiores balanços divulgados hoje serão da Intel (NASDAQ:) e American Airlines.

Indo para a Europa, as bolsas abriram de forma mista hoje, com o de Frankfurt, caindo 0,23%, o de Madri, subindo 0,23% e o de Paris, caindo 0,02%. Na agenda da zona do euro, também teremos a divulgação do PMI, além de termos a reunião de política monetária, que não deve apresentar nenhuma surpresa.

Já na Ásia, o do Japão fechou com queda de 0,09%. Também foi apresentando o PMI japonês hoje, que caiu de 52,6 em dezembro para 50, causando mais preocupação com a desaceleração global. Já na China, graças aos estímulos, as bolsas fecharam em alta, com o Índice Shangai subindo 0,41%.

O preço do barril de petróleo fechou em queda, por conta de um movimento da União Europeia para contornar as sanções norte-americanas ao Irã, o ministro francês de Relações Exteriores disse que espera um sistema para facilitar o comércio com os iranianos, com isso o WTI caiu 0,74% e o caiu 0,59%.

E para finalizar, as criptomoedas estão em queda nas últimas 24 horas, com o caindo 0,77%, a caindo 0,75% e a caindo 1,91%.

Ótima quinta e bons negócios!
Por Fabio Louzada – Eu me banco!

Acorda Mercado – Ano II, Edição 95

Fonte Oficial: Investing.com.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!