Bitcoin: vale mais a pena comprar do que minerar moeda, diz JP Morgan – Isto É

Desde a segunda semana de janeiro, o valor do Bitcoin trânsita no patamar de US$ 3.500 dólares a unidade. Em relatório realizado pelo banco JP Morgan, na atual flutuação da criptomoeda, vale mais a pena comprá-la no mercado do que realizar sua mineração – processo de “criar” o Bitcoin através da resolução de criptografias e equações. Segundo o texto, o custo médio global para realizar a atividade é de US$ 4 mil, abaixo do valor transacionado.

Para determinar a paridade entre o preço de comercialização e o de transação, o JP Morgan leva em conta o custo marginal de produção e o valor intrínseco, baseado no consumo e custo da eletricidade necessária para minerar. As mineradoras mais baratas estão na China, cujo o custo girou em torno de US$ 2.400 no último trimestre.

Desde 2017, quando atingiu seu pico de US$ 18,6 mil, o Bitcoin chegou a perder 76% de seu valor. Para os especialistas, o grande problema das criptomoedas ainda são sua liquidez, uma vez que grande parte do varejo ainda não aceita amplamente as moedas digitais.

O post Bitcoin: vale mais a pena comprar do que minerar moeda, diz JP Morgan apareceu primeiro em ISTOÉ DINHEIRO.

Fonte Oficial: Isto É.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!