Número de entidades reguladas pela CVM cresceu 4,2% em 2018

O número de regulados pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), autarquia responsável pela fiscalização e regulação do mercado de capitais brasileiro, somou 50.411 entidades no ano passado, crescimento de 4,2% em comparação a 2017, quando atingiram 48.333 entidades. Os dados foram divulgados no Boletim de Mercado da CVM, publicado hoje (31).

A expansão de fundos de investimento, que somam 17.179 no Brasil atualmente, contribuiu para o aumento, informou o chefe da Assessoria de Análise Econômica e Gestão de Riscos (ASA) da Comissão, Bruno Luna. Em 2017, havia no país 16.182 fundos de investimento.

“A indústria de fundos do Brasil é a maior do mundo em quantidade. É importante ressaltar ainda o crescimento de agentes autônomos registrados, 17% a mais do que no fechamento de 2017”, disse Luna. De acordo com o documento, os agentes autônomos de investimento totalizaram 7.745 em 2018, contra 6.596 no ano anterior.

O estoque de valores mobiliários sob regulação da CVM encerrou 2018 em R$ 18,9 trilhões, dobrando o valor encontrado em janeiro de 2014, da ordem de R$ 9 trilhões. O boletim destacou também crescimento de 78% no volume de emissões de debêntures, em relação a 2017. Ao todo, foram emitidas 345 debêntures no ano passado, com valor total de R$ 146,2 bilhões, contra 254 em 2017, que corresponderam a R$ 81,8 bilhões.

Bruno Luna disse que ativos de renda variável, como ações, derivativos e fundos imobiliários, mostraram evolução significativa. Tomando por base o boletim de fundos imobiliários divulgado pela Bolsa de Valores (B3), Luna salientou o crescimento expressivo no número de investidores desse segmento do mercado. “Essa indústria já supera os 200 mil investidores, o maior da série histórica”, apontou. (Alana Gandra)

Edição: Sabrina Craide

Fonte Oficial: EBC.

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do World Câmbio.

Comentários

você pode gostar também

Quer fazer parte de nosso grupo?

Inscreva-se em nossa newsletter!